Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94392
Title: Processos de Retroação Digital na Página Impressa : intensificação e transformação da experiência do livro.
Authors: Pinto, Sandra Sofia de Fonseca Bettencourt
Orientador: Portela, Manuel
Silvestre, Osvaldo
Keywords: romance; experimental; retorção códice-digital-códice; multimodalidade; interface; pós-digital; book; experimental novel; codex-digital-codex feedback; multimodality; interface; post-digital
Issue Date: 12-Jul-2018
Project: FCT - Bolsa de Doutoramento (PD/BD/52251/2013) 
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A presente tese de doutoramento resulta da investigação acerca de exercícios autorais e editoriais no sentido de uma reconfiguração experimental do romance impresso na cultura digital. Estes exercícios são entendidos como processos de intensificação bibliográfica, e não de uma redefinição ontológica do livro impresso. A partir do estudo de romances impressos contemporâneos, argumento que esta reconfiguração assenta em três eixos que se interrelacionam: i) Retroação: exploração e produção de metáforas da materialidade bibliográfica analógica que revelam a digitalidade implícita do livro impresso; ii) Transação: processos de transição do romance de um meio e interface para outro, segundo os quais o romance nasce digital eletrónico e se reconfigura em digital impresso, através da transcodificação das especificidades da narrativa eletrónica (programação, geração, multimédia) para as especificidades da narrativa impressa (fixação do texto na página); iii) Publicação: experimentação com a forma e com a materialidade do romance como estratégia de produção editorial, através de processos de transmediação da publicação, promoção e distribuição como estratégia da intensificação editorial. Estes modelos processuais de escrita, publicação e leitura não estão separados das dinâmicas sociais, culturais e cognitivas da digitalidade em que se inscrevem. Neste sentido, defendo que estas retroações entre modalidades e mediações nos romances analisados devem ser entendidas como uma intensificação da experiência do livro, que envolve uma experiência crítica com os processos de mediação e remediação na construção do sentido literário. A natureza híbrida e complexa das condições materiais dos romances analisados chamam a atenção para os processos cognitivos, interfaciais e intermediais em jogo na leitura e escrita destas obras, que experimentam a ergodicidade do texto narrativo e as possibilidades da visualidade e do hibridismo multimodial. Trata-se de narrativas hipermediais que experimentam os limites do livro enquanto mediação, bem como os processos de escrita e leitura enquanto performance. Deste modo, uma reflexão crítica sobre o livro impresso pó-digital requer uma compreensão dos conceitos que vão definindo o atual tecido literário, cultural e social: multimodalidade; cultura do software; intermediação; pós-digital; e interface. Em suma, o argumento da minha dissertação é o de que o romance impresso contemporâneo se encontra numa condição crítica, de metarreflexão e de experimentação, que se traduz em relações dinâmicas entre sistemas de inscrição e de representação bibliográfica e a sua tecnosfera digital.
This doctoral thesis stems from my research on writing and editorial practices as experimental reimaginations of the print novel in the digital culture. These practices are understood as processes of bibliographic intensification, not as an ontological redefinition of the printed book. From the study of contemporary print novels, I argue that this reconfiguration is based on three interrelated axes: i) Feedback: exploration and production of material bibliographic metaphors that reveal the implicit digitality of the printed book; ii) Transaction: processes of transition of the novel from one medium and interface to to another, i.e, a digitally born electronic novel that is reconfigured as a digitally printed novel through the transcoding of the specificities of electronic narrative (programming, generation, multimedia) into the specificities of the printed narrative (setting the text on the page); iii) Publication: experimentation with the form and materiality of the novel as strategy of editorial production, using transmedial processes of publication, promotion and distribution as publishing strategy. These procedural models of writing, publication and reading are not separated from the social, cultural and cognitive dynamics of the digitality in which they are inscribed. In this sense, I argue that these feedbacks between modalities and mediations in the analysed novels can be understood as an intensification of the experience of the book which involves a critical experiment with processes of mediation and remediation in the construction of literary meaning. The hybrid and complex nature of the material conditions of the analysed novels draws attention to the cognitive, interfacial and intermediate processes involved in reading and writing these novels, which experiment with the ergodicity of the narrative text, the possibilities of visuality and multimodal hybridism in hypermedia narratives. They explore the limits of the book as mediation, and also the processes of writing and reading as performance. Thus, a critical reflection on the post-digital printed book requires an understanding of the concepts that define the current literary, cultural and social fabric: multimodality; software culture; intermediation; post-digital; and interface. In short, the argument of my dissertation is that the contemporary printed novel is in a critical condition, of metareflection and experimentation, which translates into dynamic relations between systems of inscription and bibliographical representation and their digital technosphere.
Description: Tese de Doutoramento em Materialidades da Literatura apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/94392
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Português - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Processos de Retroação Digital na Página Impressa.pdf253.02 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

26
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

6
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons