Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/89125
Title: Liver X receptor alpha: a target for non-alcoholic fatty liver disease therapy
Authors: Furtado, Filipe Emanuel Hasse Velez
Orientador: Silva, Maria Manuel Cruz
Keywords: Fígado gordo; Receptores X do fígado
Issue Date: Mar-2016
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Non-alcoholic fatty liver disease is a growing concern continuously observed at earlier ages and in a growing incidence among western populations. Moreover it is expected to keep growing while sedentary lifestyle and harmful nutritional patterns prevail, eventually leading to higher prevalence of obesity and metabolic diseases which strongly co-relate to non-alcoholic fatty liver disease’s development. The Liver X Receptor emerged in the recent years as an interesting pharmacological target for the treatment of a wide variety of pathologies. The Liver X Receptor interference in cholesterol and lipid homeostasis as well as its anti-inflammatory actions make it a very promising target for the treatment of metabolic diseases and in particular non-alcoholic fatty liver disease. To date, two isoforms are known, the alpha and the beta, both are expressed in the liver. However, it’s the alpha’s isoform role that is of particular interest in the search for reversing early stage non-alcoholic fatty liver disease and limiting the later stages of nonalcoholic fatty liver disease progression. The antagonism of Liver X Receptor could prove crucial in the treatment of non-alcoholic fatty liver disease by reducing liver lipid content, inflammation and lipogenesis. The Liver X Receptor alpha’s involvement in molecular physiological mechanisms is complex, therefore the path to find viable drugs will present various obstacles to overcome and needs to be tread carefully. Although the Liver X Receptor alpha proves difficult to safely target, recently discovered compounds have shown promising results and may pave the way to the development of a new class of drugs. Keywords: Non-alcoholic fatty liver disease, Liver X Receptor, homeostasis, cholesterol, inflammation, lipogenesis.
O fígado gordo não alcoólico é um factor de preocupação crescente e é observado um progresso considerável em indivíduos cada vez mais jovens. A tendência é que continue a aumentar, tendo em conta o estilo de vida cada vez mais sedentário e os maus hábitos alimentares consequentemente levando a uma maior prevalência de obesidade e doenças metabólicas que, por sua, vez constituem factores propícios ao desenvolvimento do fígado gordo não alcoólico. Nos últimos anos, o Receptor X do fígado tem surgido como um alvo terapêutico com interesse no tratamento de diversas patologias. A sua clara influência na homeostase lipídica, regulação do transporte de colesterol e acção anti-inflamatória apontam-no como um alvo promissor no tratamento de doenças metabólicas e em particular no tratamento do fígado gordo não alcoólico. Até à data são conhecidas duas isoformas, a isoforma alfa e a beta, ambas são expressas no fígado. Contudo, é o papel isoforma alfa no desenvolvimento do fígado gordo não alcoólico que suscita maior interesse e promete abrir novas opções terapêuticas no sentido de reverter a patologia em fases iniciais ou limitar a sua progressão em fases mais tardias. O antagonismo do Receptor X do fígado tem grande potencial terapêutico no tratamento do fígado gordo não alcoólico, através da redução de acumulação excessiva de gordura no fígado, redução da lipogénese nos hepatócitos e supressão de consequentes processos inflamatórios. O envolvimento da isoforma alfa do Receptor X do fígado a nível molecular é bastante complexo e não totalmente compreendido pelo que a procura de novos compostos que o tenham como alvo terapêutico deve ser feita tendo em conta todas as consequências negativas que podem advir da sua desregulação. Embora o Receptor alfa X do fígado apresente bastantes desafios para a modulação da sua acção de uma forma segura e eficaz. Recentemente foram descobertos compostos que apresentam resultados promissores e podem abrir o caminho a uma nova classe de fármacos.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: https://hdl.handle.net/10316/89125
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Monografia Filipe Furtado.pdf1.38 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

108
checked on May 28, 2024

Download(s)

96
checked on May 28, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.