Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/88648
Title: Para que serve o provedor? A eficácia do provedor do serviço público de rádio e televisão
Other Titles: What is the Ombudsman for? The competence of the public service broadcaster Ombudsman
Authors: Ferro, Hugo 
Issue Date: 18-Oct-2016
Publisher: Imprensa da Universidade de Coimbra
Journal: Mediapolis 
Serial title, monograph or event: Mediapolis
Issue: 2
Abstract: This paper aims to review and discuss the role and effectiveness of the ombudsmen of the public service broadcasting in Portugal, supported by a theoretical conceptualization that allows us to make a brief historical reconstruction of the emergence of the first ombudsmen in the Portuguese media landscape, trying to demonstrate the advantages and disadvantages of having a figure of mediation between the public audiovisual media service and the audiences, analysing the activity reports of the ombudsmen. We conclude that despite having debated with some initial obstacles and contingencies, there is a big difference on the acceptance and respect for the ombudsman of the public service of radio and television, since it emerged up to today, which represents an indication of a greater acceptance of criticism, both by journalists and mangement, to improve the quality of information, programming and the commitment with the audiences.
Este artigo pretende avaliar e discutir o papel e a eficácia das figuras do provedor do ouvinte e do provedor do telespectador do serviço público de rádio e televisão, apoiado numa conceptualização teórica que nos permite fazer uma breve reconstrução histórica do surgimento dos primeiros provedores no panorama mediático português, tentando demonstrar as vantagens e desvantagens da existência de uma figura de mediação entre os meios audiovisuais do serviço público e as audiências, recorrendo aos relatórios de atividades dos diversos provedores do ouvinte e do telespectador. Concluímos que, apesar de se terem debatido com alguns obstáculos e contingências iniciais, há uma grande diferença quanto à aceitação e ao respeito pela figura do provedor no interior das redações dos diversos órgãos de serviço público, desde que surgiram até aos dias de hoje, o que se traduz num indício de uma maior aceitação da crítica, quer por parte dos jornalistas, quer por parte dos responsáveis, no sentido de melhorar a qualidade da informação, da programação e do compromisso com as audiências.
URI: http://hdl.handle.net/10316/88648
ISSN: 2183-6019
1645-5681
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CEIS20 - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat
7228-Texto do Artigo-27342-1-10-20191018.pdfn/a686.24 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

13
checked on Jun 2, 2020

Download(s)

3
checked on Jun 2, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons