Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/87387
Title: Medida de atitudes em contextos organizacionais masculinos
Authors: Monteiro, Rosa 
Daniel, Fernanda 
Silva, Alexandre Gomes da 
Matos, Fátima Regina Ney
Keywords: Segregação horizontal; (Des)igualdades; Gênero
Issue Date: 2019
Publisher: FGV, EBAPE
Serial title, monograph or event: Revista de Administração Pública
Place of publication or event: Rio de Janeiro
Abstract: Compreender a persistência de concepções assimétricas assentes em estereotipia de gênero de trabalhadores é fundamental para as organizações que desejem desenvolver planos de gestão para a igualdade. O propósito deste estudo, realizado em Portugal, foi identificar se em contextos organizacionais altamente masculinizados, ou seja, majoritariamente masculinos, a estereotipia de gênero tende a ser mais acentuada. Para sua realização, aplicou-se o questionário “Men’s Polarized Gender Thinking (MPGQ)” a uma amostra de 160 trabalhadores de 2 organizações – Águas Limpas e SOS. As participações no mercado de trabalho dos homens com níveis de instrução mais elevados se articulam com atitudes mais igualitaristas, ao passo que são os menos escolarizados que menos reconhecem as desigualdades. A escolarização e a educação dos indivíduos são consideradas fundamentais, pois se destacam como importante vetor de aquisição de um sistema de crenças e de valores sociais mais igualitários. Os resultados. Os resultados obtidos demonstram que as atitudes dos homens em relação à igualdade de gênero não se distribuem aleatoriamente. Esses achados corroboram alertas lançados pelas abordagens da interseccionalidade.
URI: http://hdl.handle.net/10316/87387
ISSN: 1982-3134
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CES - Artigos em Revistas Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Medidas de atitudes em contextos organizacionais masculinos.pdf455.88 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

48
checked on Dec 4, 2019

Download(s)

15
checked on Dec 4, 2019

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons