Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/87236
Title: Estratégias cooperativas no setor florestal corticeiro alentejano oitocentista, um fator de desenvolvimento? (1852-1914)
Authors: Faísca, Carlos Manuel
Keywords: Cortiça; Indústria corticeira; Cooperação empresarial; Século XIX
Issue Date: Dec-2018
Serial title, monograph or event: Revista História e Economia - Revista Interdisciplinar
Volume: 21
Issue: 1
Place of publication or event: São Paulo
Abstract: No século XIX, a região do Alentejo era já a principal zona de produção florestal de cortiça de Portugal e, consequentemente, do planeta. Neste contexto, dezenas de empresas industriais atuaram no mercado florestal de cortiça da região com o objetivo de adquirir matéria-prima, o que poderia ter levado à formação de um mercado altamente concorrencial. No entanto, ao invés de competirem isoladamente, quer as grandes empresas industriais, de carácter multinacional, quer as pequenas empresas, a grande maioria de origem algarvia, utilizaram estratégias de cooperação que lhes permitiram obter vantagens em termos de preços, custos de transação, custos de informação, entre outros. Neste artigo analisam-se essas estratégias, concluindo-se que as mesmas foram um fator de desenvolvimento da indústria corticeira presente no Alentejo.
URI: http://hdl.handle.net/10316/87236
ISSN: 1808-5318
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CHSC - Artigos em Revistas Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Faísca (2018).pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

11
checked on Sep 18, 2019

Download(s)

6
checked on Sep 18, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.