Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79806
Title: A política do medicamento em Portugal no início do século XXI e a descredibilização do medicamento
Authors: Ralho, Luís Diogo Loureiro 
Orientador: Pita, João Rui
Keywords: Farmácias; Medicamentos; Economia; Portugal
Issue Date: Jun-2014
Keywords: Farmácias; Medicamentos; Economia; Portugal
Issue Date: Jun-2014
Abstract: Os medicamentos têm sofrido uma crise de identidade com a constante alteração de preços, muito por culpa da crise económica que paira sobre a Europa. Muitos são aqueles que começam a duvidar que a sua qualidade se mantenha, pelos preços excessivamente baixos, que se têm praticado não só nas Farmácias, mas em todos os locais de venda de Medicamentos não sujeitos a receita médica. Tudo isto faz com que as Farmácias passem por momentos complicados no seio económico e na própria sociedade envolvente. O mercado Português deixou de ser apelativo mesmo para a indústria, pelos preços praticados e, assim, é necessário encontrar uma ponte entre a necessária diminuição da despesa publica com a saúde e a sustentabilidade das profissões da área da Saúde, já que tem havido um aumento do número de Farmácias, que apesar de terem as portas abertas, a falta de medicamentos impossibilita o seu funcionamento em pleno.
Medicines have suffered an identity crisis with the constant change in prices, much due to the economic crisis that looms over Europe. Many are those who begin to doubt that their quality is maintained, by excessively low prices that have been practiced not only in pharmacies but at all points of sale of over the counter. All this makes pharmacies pass through difficult times economically and within society itself. The portuguese market has become less appealing even to industry by prices prevailing, so, it is necessary to find a bridge between the necessary reduction in public expenditure on health and sustainability of professions in the Health, since there has been an increase in the number of pharmacies that despite having the doors open, the lack of medicines preclude its operation in full.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade de Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79806
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_Luis Ralho.pdf1.79 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

49
checked on Aug 20, 2019

Download(s)

51
checked on Aug 20, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.