Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/48554
Title: Matrizes biológicas de interesse forense
Authors: Lisboa, Márcia Passadouro 
Orientador: Barbosa, Isabel Rita Rebelo Ferreira
Keywords: Toxicologia forense; Xenobióticos
Issue Date: Sep-2016
Keywords: Toxicologia forense; Xenobióticos
Issue Date: Sep-2016
Abstract: A Toxicologia Forense, área da toxicologia aplicada a propósitos legais, apresenta como objetivo principal fornecer respostas às questões que surgem numa investigação criminal. Utiliza como ferramenta as análises toxicológicas, que são requisitadas com a finalidade de se detetar a presença de substâncias exógenas (xenobióticos), determinar a sua concentração, e, finalmente, relacioná-las com os seus efeitos tóxicos no organismo humano, a fim de serem estabelecidas as conclusões sob as quais recai a suspeita. O tipo de amostra, ante-mortem ou post-mortem, influencia todo o processo de investigação, já que a deteção de xenobióticos nos casos post-mortem pode apresentar maior dificuldade quando comparada com amostras colhidas “in vivo”. A extensão da alteração química no intervalo post-mortem, ou mesmo o metabolismo que ocorre após a morte, pode afetar a interpretação dos resultados. Diversas matrizes biológicas podem ser utilizadas para a realização destas análises. No entanto, nas últimas décadas, matrizes alternativas têm apresentado relevante importância devido às suas vantagens quando comparadas com as amostras convencionais. As características particulares de cada matriz determinam a sua seleção, modo de conservação e armazenamento, etapas cruciais da fase pré-analítica que influenciam a qualidade da amostra e o resultado final obtido. É necessário que ocorra a implementação correta de metodologias analíticas de deteção e quantificação, de modo a permitir a interpretação dos resultados obtidos, e assim inferir acerca das elações em relação à perícia criminal.
Forensic Toxicology, the field of toxicology applied to lawful purposes, has as main goal to provide answers to questions that arise in a criminal investigation. It uses toxicological analysis as a tool required in order to detect the presence of exogenous substances (xenobiotics), determine its concentration and finally relate them to their toxic effects in the human body. This way, conclusions may be inferred about the suspicious issues. The type of sample, ante-mortem or post-mortem, influences the whole process of research, as xenobiotic detection in cases post-mortem may face more difficulties when compared with samples obtained "in vivo". The extent of chemical change in the postmortem interval, or even metabolism that occurs after death may affect interpretation of results. Several biological matrices may be used for these analyzes; however, in the lastest decades, alternative matrices have shown considerable relevance due to its advantages compared with conventional samples. The specific characteristics of each matrix determine their selection, conservation and storage, which are crucial stages of the pre-analytic phase that influences the quality of the sample and of the final result. It must occur proper implementation of analytical methods of detection and quantification in order to allow the interpretation of results. Therefore, conclusions regarding criminal forensics may be inferred.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade de Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/48554
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_Marcia Lisboa.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

460
checked on Aug 20, 2019

Download(s) 5

2,825
checked on Aug 20, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.