Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/46685
Title: A singularidade cultural do SW da Lusitânia romana
Authors: Encarnação, José d' 
Keywords: Epigrafia romana; Mineração romana; Lusitânia romana; Aculturação onomástica
Issue Date: 19-Jan-2018
Publisher: Edições da Universidade de Barcelona
Serial title, monograph or event: ΔΕΣΜΟΙ ΦΙΛΙΛΣ - Bonds of Friendship ‒ Studies in Ancient History in honour of Francisco Javier Fernández Nieto
Volume: único
Place of publication or event: Barcelona
Abstract: Depois de se analisarem as singularidades textuais e tipológicas das estelas do Sudoeste peninsular, conclui-se que esta área se revelou, logo desde os primeiros tempos romanos, importante pólo de atracção, sendo passível de garantir que a vizinhança das minas de Aljustrel (vicus metallum Vipascense) e, de certeza, de muitos outros filões do que hoje chamamos «a faixa piritosa do Alentejo» exerceu papel preponderante, de que os castella dados a conhecer por Manuel e Maria Maia podem ter constituído centros directamente ligados a pequenas explorações e à sua necessária defesa.
Description: O volume tem o nº 58 na Colecção Instrumenta, dirigida pelo Professor José Remesal Rodríguez.
URI: http://hdl.handle.net/10316/46685
ISBN: 978-84-9168-043-7
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Arqueologia - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat
A singularidade cultural do SW da Lusitânia romana.pdf9.01 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

115
checked on Nov 19, 2019

Download(s)

101
checked on Nov 19, 2019

Google ScholarTM

Check

Altmetric


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.