Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/37087
Title: Sentir o sentido: a experiência do código nos “homeóstatos” de José-Alberto Marques
Authors: Portela, Manuel 
Keywords: Homeóstatos; José-Alberto Marques; Poesia Experimental Portuguesa
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal de Santa Catarina
Abstract: Este breve ensaio analisa a série de poemas "Homeóstatos" de José-Alberto Marques como motores textuais. Ao tornar o código numa componente do texto, os "Homeóstatos" tipificam o poema experimental como uma investigação sobre a linguagem, a escrita e a leitura. A espacialização do texto na página é ativada de modo a produzir efeitos gerativos, combinatórios e ideogramáticos. Simultaneamente textos e instruções para gerar textos, os "Homeóstatos" constituem um exemplo de uma poética informacional que tira partido da dinâmica entre poema e sistema da língua para explorar os atos de escrita e leitura como processamento de sinais.
URI: http://hdl.handle.net/10316/37087
ISSN: 1807-9288
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1807-9288.2016v12n1p69
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Estudos Anglo-Americanos - Artigos em Revistas Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MP_Sentir_o_Sentido_(2016).pdf500.13 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

396
checked on May 22, 2019

Download(s)

64
checked on May 22, 2019

Google ScholarTM

Check

Altmetric


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons