Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30214
Title: Publicidade e tecnologias móveis, produção de sentido e práticas de consumo
Authors: Silva, Paulo Alexandre Pires Pinto da 
Orientador: Ferin, Isabel
Seabra, Cláudia
Keywords: Millennials; mobilidade; publicidade; consumo; telemóveis; usos; gratificações; atitude; experiência de fluxo; mobile; advertising; consumption; mobile phones
Issue Date: 31-May-2016
Citation: SILVA, Paulo Alexandre Pires Pinto da - Publicidade e tecnologias móveis, produção de sentido e práticas de consumo. Coimbra : [s.n.], 2016. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/30214
Abstract: A utilização das novas tecnologias móveis tornou-se um fenómeno global. Existe “uma cultura jovem móvel global" e uma "emergência da sociabilidade em rede" (Castells et al., 2009, p. 183-184). Assiste-se à “passagem do paradigma da lentidão para o do encontrão” (Pais, 2010, p. 131), um paradigma em que a comunicação tradicional, verbal e cara a cara tem vindo a ser ultrapassada pela comunicação à distância. “Ser moderno passou a significar, ser incapaz de parar e ainda menos capaz de ficar parado” (Bauman, 2001, p. 40). O objetivo deste estudo passou por compreender a utilização dos telemóveis pelos millennials, que gratificações procuram e os efeitos sociais gerados pela utilização destes equipamentos, tendo a consciência que “o maior problema da maioria das previsões sobre tecnologia é serem invariavelmente feitas com base em como funciona hoje o mundo, em vez de como vai funcionar amanhã” (Morozov, 2011, p. 247). O trabalho desenvolvido, através de uma metodologia mista que reuniu a investigação quantitativa e qualitativa, compreendeu a análise de 649 questionários a jovens adultos e 46 posts das páginas da rede social Facebook, dos principais operadores do setor das telecomunicações, em Portugal. Deste modo procurou-se contribuir para o aumento do conhecimento sobre a utilização das novas tecnologias, refletindo sobre a experiência dos millennials, a partir da consciencialização de um novo paradigma comunicacional. A tecnologia reformou a comunicação, os usos e as atitudes. A comunicação também se tornou líquida. Os seus eixos são a mobilidade e a fluidez e são os telemóveis que sustentam esta modernidade, funcionando como o sistema nervoso da comunicação líquida. O efeito da vivência da experiência de fluxo, entre outros resultados revelados pelo modelo de equações estruturais, poderá servir de advertência para os próprios utilizadores, aos pais, empresas e para as escolas que funcionam como mediadores do ensino da linguagem através das novas tecnologias porque “nós podemos necessitar de aprender a usá-las de forma mais responsável” (Baron, 2008, p. 231). Resta-nos gerir o risco, na medida em que “a sociedade de hoje é confrontada por si própria através da sua relação com os riscos” (Beck, 1992, p. 183).
The use of new mobile technologies has become a global phenomenon. There is "a global mobile youth culture" and an "emergency of the sociability in a network" (Castells et al., 2009, p. 183-184). We are witnessing the "passage of the slow paradigm to the hustle paradigm" (Pais, 2010, p. 131) a paradigm where traditional communication, spoken and face to face has been being overtaken by distance communication. "To be modern has come to mean being unable to stop and even less able to stand" (Bauman, 2001, p. 40). This study main goal is to understand the mobile phone use by the millennials, and inherent gratifications and social effects generated by the use of such equipment, bearing in mind that “the biggest problem with most predictions about technology is that they are invariably made based on how the world works today rather than on how it will work tomorrow” (Morozov, 2011, p. 247). The research carried out through a mixed methodology that met the quantitative and qualitative research included the analysis of 649 questionnaires applied to young adults and 46 posts obtained from the Facebook webpages of the main telecommunications operators in Portugal. Thus, we tried to contribute to an increased knowledge on the use of new technologies and mirror the experience of millennials, from the awareness of a new communication paradigm. Technology transformed communication, uses and attitudes. Communication as also became fluid. Their axes are mobility and fluidity and mobile phones support this modernity, operating as the nervous system of liquid communication. The flow effect among other results revealed by structural equation model, may serve as a warning to the users themselves, parents, businesses and for schools, which act as educational mediators of language through new technologies because "we may need to learn to use them more responsibly" (Baron, 2008, p. 231). It is for us to manage the risk, to the extent that "society today is confronted by itself through its relationship with risks" (Beck, 1992, p. 183).
Description: Tese de doutoramento em Ciências da Comunicação, no ramo de Comunicação em Novos Ambientes Tecnológicos, apresentada ao Departamento de Filosofia, Comunicação e Informação da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30214
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Comunicação - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Publicidade e tecnologias móveis, produção de sentido e práticas de consumo.pdf13.42 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

874
checked on Jul 17, 2019

Download(s) 20

991
checked on Jul 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.