Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/29447
Title: O Museu Nacional de Machado de Castro – um ensaio de arqueologia urbana em Coimbra: do fórum augustano ao paço episcopal de Afonso de Castelo Branco
Authors: Silva, Ricardo Jorge Costeira da 
Orientador: Carvalho, Pedro C.
Keywords: Arqueologia urbana em Coimbra; Fórum de Aeminium; Antigo Paço Episcopal de Coimbra; século I – século XVI; Génese e transformação arquitectónica; Cultura artefactual; Museu Nacional de Machado de Castro
Issue Date: 4-Mar-2016
Citation: SILVA, Ricardo Jorge Costeira da - O Museu Nacional de Machado de Castro : um ensaio de arqueologia urbana em Coimbra : do fórum augustano ao paço episcopal de Afonso de Castelo Branco. Coimbra : [s.n.], 2016. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/29447
Abstract: A presente dissertação incide sobre o núcleo de intervenções arqueológicas que de forma, mais ou menos, continuada se têm vindo a realizar desde a década de 1930 no Museu Nacional de Machado de Castro, local outrora ocupado pelo fórum da cidade romana de Aeminium e, posteriormente, pelo paço episcopal de Coimbra. Do conjunto destas campanhas arqueológicas, sobretudo das realizadas nos últimos anos (2006-2008), resultou um manancial informativo singular assente num extenso repertório de registo estratigráfico (a carecer de revisão) e no volume do espólio recolhido (principalmente cerâmico) que se encontrava na generalidade por estudar. O trabalho que se apresenta surgiu assim em resposta a estas lacunas de investigação, sentidas sobretudo ao nível da cultura material e da ausência de um estudo de síntese da história do monumento. Um trabalho que, combinando o universo dos dados arqueológicos reunidos ao longo das diversas intervenções aqui realizadas colige, fundamentando, o estado actual do conhecimento acerca da transformação orgânica deste conjunto patrimonial, desde a instalação do fórum romano de Aeminium até ao paço episcopal de finais do século XVI. Pela sua extensão (quantitativa e cronológica) e virtualidade, a cerâmica foi considerada neste estudo como o primordial documento arqueológico, impulsionando a recuperação de aspectos relativos à ocupação deste espaço e colmatando, simultaneamente, assinaláveis hiatos no quadro histórico da cidade de Coimbra. Os contextos de proveniência do espólio apresentam-se maioritariamente selados e seguramente datados, testemunhando a ocupação contínua deste espaço na longa diacronia que vai do século I ao século XVII. Da fusão e consentânea revisão de todas estas distintas plataformas de análise, que se convencionou designar como ensaio de arqueologia urbana, puderam-se esclarecer problemas pontuais que o edifício ainda colocava e sustentar as propostas de reconstituição arquitectónicas já anteriormente enunciadas. Mais uma vez se conclui que este documento histórico, vivo e vivido ininterruptamente durante os últimos dois milénios e onde o passado se encontra presente através dos seus volumes sobrepostos, apesar de feito, desfeito e refeito ao longo deste arco cronológico nunca deixou de se acomodar à sua raiz primordial – o criptopórtico de Aeminium.
This dissertation focuses on the group of archaeological interventions that were carried out, more or less continuously, since the 30’s at the National Museum Machado de Castro. This site was once occupied by the forum of the Roman city of Aeminium and subsequently by the Episcopal Palace of Coimbra. The archaeological interventions, especially those carried out in recent years (2006-2008), provided a unique source of information based on extensive stratigraphic records (in need of revision) and on the collection of a high volume of archaeological remains (particularly pottery) which remained greatly unstudied. The work here presented emerged in answer to those research gaps, mostly concerning the material culture and the absence of a synthesis about the monument’s overall history. Therefore, the study combines the universe of archaeological data (gathered over several interventions at the site) compiling and justifying the current state of knowledge about the organic transformation of this heritage complex since the installation of the Roman forum of Aeminium to the Episcopal Palace at the end of the 16th century. In this study pottery was considered the main archaeological evidence due to its extent (in quantity and chronology) and potential. It boosted the recovery of information concerning this site’s occupation and, simultaneously, it bridged important gaps in the historical framework known for the city of Coimbra. The finding contexts of the archaeological remains are mostly sealed and safely dated, testifying the continuous occupation of this space in the long diachrony that goes from the 1st to the 17th centuries. The fusion and coherent review of all these analytical platforms (in what is conventionally called an urban archaeology essay) allowed to solve specific questions still posed by the building and to support the reconstitution proposals previously stated. Once again it is concluded that this historical monument (alive and lived continuously during the last two millennia and where the past is present through its overlapping volumes) despite being made, unmade and remade throughout this time span, never stopped being adjusted to its primary root – the cryptoporticus of Aeminium.
Description: Tese de doutoramento em Arqueologia, apresentada ao Departamento de História, Estudos Europeus, Arqueologia e artes da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/29447
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Arqueologia - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 10

901
checked on Sep 28, 2022

Download(s) 50

329
checked on Sep 28, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.