Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27141
Title: A hegemonia do capital nas atlanticidades telecomunicativas: o trabalho e o social na era da informação
Authors: Costa, Elizardo Scarpati 
Orientador: Costa, Hermes
Keywords: call center; work relations; relações laborais; capitalismo; capitalism
Issue Date: 19-Dec-2014
Citation: COSTA, Elizardo Scarpati - A hegemonia do capital nas atlanticidades telecomunicativas : o trabalho e o social na era da informação. Coimbra : [s.n.], 2014. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/27141
Abstract: A presente tese propõe-se analisar as metamorfoses ocorridas na organização do trabalho no segmento das telecomunicações brasileiro e português, bem como as suas repercussões em matéria de precarização, fragmentação e flexibilização das relações laborais, levantando questões sobre a centralidade do trabalho, o papel do sindicalismo, a atual figuração das classes sociais, a relevância do papel do Estado, entre outros. Foi tendo presente alguns desses aspetos e suas implicações sobre as mudanças nas formas de organização do trabalho de dois call centers de duas empresas foram estudados. Assim, com a massificação do recurso às novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) e, paralelamente, fazendo um curto retorno histórico dando com ênfase ao processo de privatizações, terceirizações e quarteirizações, pretendeu-se compreender o conjunto das relações laborais através de um profundo estudo sociológico centrado nos Operadores Telemarketing, ou Teleatendimento (OP’s). Esses representam a principal força de trabalho necessária para a acumulação de capitais através do processamento de chamadas centralizadas nos terminais de linhas telefónicas, valendo-se de softwares informáticos interligados em rede. A tese está dividida em duas partes repartidas em cinco capítulos: dois teóricos com ênfase nos impactos do capitalismo global nas relações de trabalho, um metodológico assentes nas técnicas de pesquisa utilizadas e dois empíricos baseados nos dois estudos de caso. Primeiramente, apresentamos em traços largos algumas perspetivas teóricas sobre a constituição do capitalismo, bem como o seu cruzamento com o modelo de organização do trabalho nas últimas quatro décadas, priorizando as análises acerca da precariedade e da flexibilidade do mundo do trabalho, através de uma ordem de pirâmide invertida, visando os aspetos qualitativos e quantitativos do conjunto global das relações sociais envolventes ao objeto de estudo. Pensaremos a crise instaurada pela ascensão do neoliberalismo impulsionado pela globalização financeirizada, com enfoque na relação entre o macro e o micro social. Examinamos teoricamente a questão das TIC´s, identificando-a como indissociável ao processo de organização sociolaboral emergido na sociedade da informação e esclarecemos as opções metodológicas utilizadas para realização da pesquisa, tendo como base a readaptação do “método de caso alargado” ao nosso objeto de estudo, fragmentando- o às possibilidades do nosso terreno empírico em uma perspectiva metodológica plural. Assim, foram realizadas entrevistas exploratórias e semi-estruturadas de caráter qualitativo. Além disso, recorreu-se a inquéritos por questionário online seguido da padronização da pesquisa através da análise quantitativa realizada pelo Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). Esta estratégia permite realçar as principais transformações da organização do trabalho nos dois call centers e como estas se inscrevem no conjunto das novas relações laborais. A partir das comparações dos estudos de caso, reconstroem-se as reais condições de trabalho, de organização do trabalho, de identidade, de profissionalização, de precariedade, de precarização e da hegemonia do capital nas atlanticidades telecomunicativas, através dos impactos no trabalho real e na vida social dos OP´s. Conclui- se que o cenário português se afigura nebuloso atendendo o campo laboral do nosso estudo de caso, implantado pelos trilhos deixados pela crise económica mundial. No caso brasileiro é notório que a satisfação e realização aparentes são pouco mais que uma fachada inexistênte, fazendo com que o contexto económico dos dois paises seja mais semelhante do que aparenta.
The following thesis proposes to examine the metamorphosis ocurred in work organization in the segment of Brazilian and Portuguese telecommunications, as well as it’s repercussions in matter of precarization, fragmentation and flexibility of labor relations, raising questions about the centrality of work, the role of trade unionism, the current figuration of social classes, the important role of the state, among others. Having in mind some of these aspects and their implications about changes in the forms of work organization from two call centers of two companies were studied. Thus, with the massification of the use of new Information and Communication Technologies (ICTs ), in parallel , making a short historical return, emphasizing the privatization and outsourcing processes, we sought to understand the set of labor relations through a deep sociological study centered in Telemarketing Operators , or Teleservice (OP’s). These represent the main labor force required for the accumulation of capital by processing phone calls centralized at telephone lines terminals, making use of computer software networked. The thesis is divided into two parts divided into five chapters: two theoretical with emphasis on the impacts of global capitalism in labor relations, one methedological based on research techniques applied and at least two empirical based on two study cases. At first, we present a broad overview about some theoretical perspectives on the formation of capitalism, and its intersection with the model of work organization in the last four decades, prioritizing the analysis about the precariousness and flexibility of the working world, through an array of inverted pyramid, aimed at the qualitative and quantitative global set of social relations surrounding the research object aspects. We'll think about the crisis brought by the rise of neoliberalism driven by globalization, focusing on the relationship between the macro and the micro social. We’ll examine theoretically the issue of ICT, identifying it as inextricably linked to the process of socio-labor organization emerged in the information society and clarify the methodological options used to carry out the research, based on the readaptation of the " extended case method " to our object of study, fragmenting it at possibilities of our empirical field in a pluralistic methodological perspective. This way, semi - structured qualitative and exploratory interviews were conducted. In addition, we used the surveys online questionnaire followed the standardization of research through quantitative analysis performed by Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). This strategy allows to highlight the major transformations in work organization in both call centers and how they fall within the new set of labor relations. From comparisons of case studies, the actual working conditions, work organization , identity , professionalization , precarious , precariousness and the hegemony of capital in telecomunicativas atlanticidades are rebuild, through impacts on real work and social life of OP's. We conclude that the Portuguese scenario seems cloudy attending the labor field of our study case, implemented by the tracks left by the global economic crisis. In brazilian case it is clear that the apparent satisfaction and fulfillment are little more than a facade nonexistent, making the economic context of the two countries more similar than it appears.
Description: Tese de doutoramento em Sociologia, no ramo de Relações de Trabalho, Desigualdades Sociais e Sindicalismo, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/27141
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
I&D CES - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A hegemonia do capital nas atlanticidades telecomunicativas.pdf18.75 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

306
checked on Jul 16, 2019

Download(s) 50

149
checked on Jul 16, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.