Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/23775
Title: "Arte de falar e Arte de Estar Calado": Augusto de Castro - Jornalismo e Diplomacia
Authors: Serrano, Clara Isabel Calheiros da Silva de Melo 
Orientador: Ribeiro, Maria Manuela Tavares
Keywords: História; História Contemporânea
Issue Date: 23-Apr-2014
Citation: SERRANO, Clara Isabel Calheiros da Silva de Melo - "Arte de falar e arte de estar calado" : Augusto de Castro : jornalismo e diplomacia. Coimbra : [s.n.], 2014. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/23775
Abstract: A presente dissertação pretende ser um contributo para o conhecimento da vida e obra de Augusto de Castro, figura incontornável da vida diplomática, política e cultural do século XX português, que acompanhou de perto, praticamente, todas as grandes mudanças vividas pelo país. Assim, o estudo que aqui se propõe procura percorrer e reconstruir, numa fase inicial, os primeiros anos de vida deste periodista. Desde os ensinos primário e liceal, concluídos na cidade do Porto, até à formação superior na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Para, posteriormente, se deter na leitura dos primeiros jornais que dirigiu, A Província e a Folha da Noite, ensaiando uma análise dos seus artigos e uma interpretação da sua actuação. Tenta ainda definir o seu trabalho enquanto parlamentar e compreender a sua transição para a República, destacando a sua passagem pela Caixa Geral de Depósitos e Instituições de Previdência e pela Escola de Arte de Representar. Atenta, de igual modo, nas suas peças teatrais e nos seus primeiros livros de crónicas, observando as principais temáticas e influências. Detém-se, em seguida, na sua primeira direcção do Diário de Notícias, tentando aferir do seu envolvimento na organização dos primeiros Congressos da Imprensa Latina, em Lyon e Lisboa, respectivamente, e na constituição da Association de la Presse Latine. Para se debruçar, posteriormente, sobre a sua carreira diplomática, nomeadamente, as nomeações para as legações de Portugal em Londres (1924), Vaticano (1924), Bruxelas (1929), Roma (1931), e, de novo, Bruxelas (1935). Nesse sentido, procura dar conta do trabalho efectuado à frente dessas missões, da agenda diplomática, da participação e gestão de dossiers tão importantes e controversos como, a título de exemplo, o dos acordos de 1928. Busca, por último, de modo bastante sucinto, compreender a sua segunda e terceira passagens pelo Diário de Notícias, intentando estabelecer as linhas editoriais privilegiadas e aferir a ligação do jornal ao regime de Salazar. Detendo-se, de igual modo, nas suas diligências, enquanto comissário-geral da Exposição do Mundo Português e na sua estada em Paris, no pós-guerra, no exacto momento do (re)estabelecimento das relações diplomáticas com o governo francês de Charles De Gaulle.
This work aims to be a contribution to the knowledge of the life and work of Augusto de Castro, inescapable figure of diplomatic life, politics and culture of the Portuguese 20th century, that closely followed all major changes experienced by the country. Thus, the study proposed seeks to rebuild at an early stage, the early life of this journalist. Since the primary and secondary school, completed in Oporto, to higher education in the Faculty of Law of the University of Coimbra. To subsequently stopping at the reading of the first newspapers that he directed, A Província and Folha da Noite, rehearsing an analysis of its articles and an interpretation of his actions. Then it attempts to define his work as a parliamentarian and understand his transition to the Republic, highlighting its passage by CGD and Institutions Pension Fund and the School of Representational Art. It focus, also, in his plays and in his early books of chronicles, trying to detect the main themes and influences. Holds up, then, in his first direction of Diário de Notícias and tries to understand his involvement in the organization of the first Congress of the Latin Press, held up in Lyon and Lisbon, respectively, and in the constitution of the Association of the Latin Press. To focus subsequently on his diplomatic career and his passages for London (1924), Vatican (1924), Brussels (1929), Rome (1931) and, again, Brussels (1935.) Thereby, it attempts to seek the work done ahead of these missions, the diplomatic agenda and the participation and management of files as important and controversial as, for example, the Portuguese agreements with the Vatican of 1928. In the last chapter this work tries to understand, in a very briefly way, his return to Diário de Notícias, and it intends to establish the main editorial lines followed in that period. And to seek the connection of the newspaper to the Salazar regime. Pausing, likewise, in his endeavours as commissioner general of the Portuguese World Exhibition and his stay in Paris after the war, at the exact moment of the (re) establishment of diplomatic relations with the French government of Charles De Gaulle.
Description: Tese de doutoramento em Altos Estudos Contemporâneos, na especialidade de História Contemporânea e Estudos Internacionais Comparativos, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/23775
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de História - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Arte de falar e arte de estar calado.pdf6.62 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

915
checked on Feb 26, 2020

Download(s) 5

4,153
checked on Feb 26, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.