Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/21761
Title: Fracturas do fémur proximal em duas colecções osteológicas identificadas portuguesas
Authors: Curate, Francisco 
Keywords: Fracturas da anca; Colecções Osteológicas Identificadas; Portugal; Paleopatologia
Issue Date: 2011
Publisher: Sociedad de Ciencias Arandzi
Serial title, monograph or event: Paleopatología: ciencia multidisciplinar
Abstract: As fracturas conhecidas por «fracturas osteoporóticas» ocorrem normalmente após um trauma moderado em locais esqueléticos ricos em osso trabecular, como a extremidade proximal do fémur (anca), a extremidade distal do rádio (fracturas de Colles) e as vértebras. Conquanto as fracturas sejam muito comuns em paleopatologia, a maioria remete para um evento traumático e não para a fragilidade intrínseca ao próprio osso. A literatura paleopatológica é escassa relativamente a fracturas cujo vector primordial seja a perda de massa óssea ligada ao envelhecimento. As descrições de fracturas da anca, principalmente, são incomuns. Não obstante, a literatura sobre este tipo de fractura em contextos arqueológicos tem aumentado nos últimos anos, demonstrando a sua inequívoca existência em populações do passado. As fracturas da anca foram estudadas em duas colecções esqueléticas identificadas portuguesas (Coimbra e Lisboa). A sua prevalência foi comparada e confrontada com indicadores demográficos, socioeconómicos e antropológicos.
URI: http://hdl.handle.net/10316/21761
ISBN: 978-84-938635-0-0
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Artigos em Livros de Actas

Show full item record

Page view(s) 50

355
checked on Sep 17, 2019

Download(s)

22
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check

Altmetric


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.