Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/20786
Title: Financial constraints an application to portuguese firms
Authors: Silva, Filipe Manuel Fernandes Rosa Baptista e 
Orientador: Carreira, Carlos Manuel Gonçalves
Keywords: Financial constraints -- Portugal; Firm-level studies; Crise financeira -- Portugal; Política financeira -- Portugal; Constrangimento financeiro -- Portugal; European financial integration; Innovation; R&D investment; Empresa -- financiamento -- Portugal
Issue Date: 17-Sep-2012
Citation: SILVA, Filipe Manuel Fernandes Rosa Baptista e - Financial constraints an application to portuguese firms. Coimbra : [ed. do autor], 2012. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/20786
Abstract: This thesis addresses the financing problems faced by firms. Specifically, we test for the existence of firms’ financial constraints, as well as we analyse their role upon firm behaviour. We argue that: a) Portuguese firms face significant financial constraints; b) the extent to which firms are affected by constraints depends on a number of distinct characteristics, beyond financial aspects; c) financial constraints clearly influence firm behaviour, namely with regard to export and innovation activities; d) suitable policies to mitigate financial constraints should be considered, even though subsidies might not be the most effective policy instrument. To support these arguments, we conduct several tests, using a large representative sample of Portuguese firms and different approaches to measure financial constraints. Accordingly, this thesis contributes to the understanding of firms’ behaviour under financial problems, while it points directions for future research. Finally, this work has serious implications upon future policy actions.
A presente tese analisa os problemas de financiamento enfrentados pelas empresas. Em particular, investiga a existência de restrições ao financiamento das empresas e o seu impacto no comportamento das mesmas. Nesta tese defende-se que: a) as empresas portuguesas enfrentam restrições financeiras significativas; b) a existência de restrições ao financiamento das empresas depende de um conjunto de características distintas, que vão para além de aspectos meramente financeiros; c) as restrições financeiras têm um impacto visível no comportamento das empresas, nomeadamente no que respeita às actividades de inovação e exportadoras; d) deverão ser consideradas políticas que visem o combate às restrições ao financiamento das empresas, ainda que a atribuição de subsídios possa não ser a política mais adequada. De modo a sustentar esta tese, são efectuados vários estudos, utilizando uma amostra representativa de empresas portuguesas, bem como diferentes medidas de restrições financeiras. Como tal, este trabalho não só contribui para uma melhor compreensão do comportamento das empresas afectadas por problemas financeiros, como também identifica um conjunto de linhas de investigação futura. Por fim, este estudo leva a conclusões relevantes para a condução de política.
Description: Tese de doutoramento em Economia, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/20786
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese.pdf1.93 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

298
checked on Aug 4, 2020

Download(s) 20

640
checked on Aug 4, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.