Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/2053
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVarandas, António Joaquim de Campos-
dc.contributor.authorCaridade, Pedro Jorge dos Santos Branco-
dc.date.accessioned2008-12-05T15:23:20Z-
dc.date.available2008-12-05T15:23:20Z-
dc.date.issued2004en_US
dc.identifier.citationCARIDADE, Pedro Jorge dos Santos Branco - A reacção OH+O2 como fonte de ozono na atmosfera : efeito de excitação vibracional.Coimbra, ed. aut., 2004, 284 p.-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/2053-
dc.description.abstractNesta dissertação é analisado o efeito da excitação interna (vibracional) dos reagentes OH(v',j') e O2(v'',j'') na formação de ozono directo e por recombinação molecular, O+O2+M, em condições estratosféricas e mesosféricas. O estudo foi realizado através da aplicação do método das trajectórias quasi-clássicas para a integração das equações do movimento e duas superfícies de energia potencial globais para o estado dubleto de menor energia do HO3 representadas através da dupla expansão multicorpos (DMBE). Na primeira parte, resumem-se alguns dos fundamentos teóricos necessários para o estudo de dinâmica molecular nomeadamente, o cálculo e representação analítica de superfícies de energia potencial e o método quasi-clássico. São ainda explorados conceitos gerais sobre química da atmosfera e implicações da condição de desiquilíbrio termodinâmico local (LTD), apresentando novos ciclos catalíticos de formação de ozono e alguns resultados deles emergentes. Na segunda parte, apresenta-se o estudo detalhado da reacção multicanal OH+O2 dividida em duas partes distintas: a reactiva e a de relaxação vibracional. Na reactiva, foi analisada a formação directa de ozono, O3 +H, e dos canais HO2+O, OH+O+O e O2+H+O, os quais são fontes indirectas de ozono por recombinação molecular. Em condições existentes na alta atmosfera e assumindo a condição LTD, concluí-se que a formação de ozono directo é quase uma ordem de magnitude mais elevada que os restantes produtos utilizando as superfícies DMBE I e II. Na componente não-reactiva, maioritariamente relaxação vibracional, concluíu-se que a constante termalizada de velocidade é substancialmente mais baixa do que para a formação de ozono total. Palavras-chave: ciclo catalítico HOx(HOy+3), desiquilíbrio termodinâmico local, dupla expansão multicorpos, energy-switching, excitação vibracional, ozono, química da atmosfera, trajectórias quasi-clássicas, relaxação vibracional.en_US
dc.language.isoporpor
dc.rightsembargoedAccesseng
dc.subjectQuímica Teóricaen_US
dc.subjectQuímicaen_US
dc.titleA reacção OH+O2 como fonte de ozono na atmosfera : efeito de excitação vibracionalen_US
dc.typedoctoralThesisen_US
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Doutoramento
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Ficheiro_temporario.pdf8.8 kBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 50

231
checked on Aug 13, 2019

Download(s)

13
checked on Aug 13, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.