Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/18464
Title: Carreira e Identidade Profissional dos Farmacêuticos: Pontes entre os contratos Rousseaunianos
Authors: Costa, João Pedro Dias Fontes da 
Orientador: Teresa Carla Trigo de Oliveira
Keywords: Contrato social; Contrato psicológico; Identidade profissional; Narrativas profissionais; Escolhas de carreira
Issue Date: 2-Mar-2012
Citation: COSTA, João Pedro Dias Fontes da - Carreira e Identidade Profissional dos Farmacêuticos: Pontes entre os contratos Rousseaunianos [em linha]. Coimbra : [s.n.], 2012. [Consult. Dia Mês Ano]. Tese de doutoramento. Disponível na WWW:<http://hdl.handle.net/10316/18464>
Abstract: Na literatura de comportamento organizacional, em particular a referente ao desenvolvimento e desempenho humano, tem vindo a ser cada vez mais argumentada a existência de um novo contrato psicológico. Tudo isto numa tentativa para melhor compreender as relações de emprego em mudança no actual contexto sociopolítico e económico. Ao tomarmos o contrato psicológico também como a expectativa dos direitos e deveres de uma relação concreta, e considerando ainda a crescente flexibilização e desinstitucionalização dos vínculos, poderemos estar outrossim na presença de um novo contrato social que informa os contratos psicológicos. As relações de emprego incorporam mudanças constantes e céleres com novos normativos sociais de enquadramento, proporcionando um desafio acrescido para a gestão organizacional, em particular na definição de carreiras e na criação de contextos favoráveis à identificação e comprometimento. O presente estudo procura melhor compreender a formação da identidade profissional e a sua importância na percepção concernente à contratualização social e psicológica na relação de emprego. Recorrendo a uma metodologia de estudo de caso (profissional) e aos princípios da Grounded Theory e tendo por base um modelo de análise da identidade profissional foram audiogravadas cinquenta entrevistas semi-estruturadas a farmacêuticos de vários subsectores de actividade. Com base num código que enfatiza a natureza psico e sócio-construtiva do contrato psicológico procedeu-se à análise de conteúdo da transcrição integral dos discursos. Os resultados salientam a relevância da profissão enquanto foco determinante de identificação, sobrepondo-se aos alternativos como a organização, equipa ou carreira. Tal é evidenciado na dinâmica entre os níveis sociais e psico-cognitivos nas narrativas de identidade profissional reflectida na percepção do contrato psicológico, com implicações atitudinais e comportamentais e consequentes reflexos no desempenho. Em particular, revela-se o papel mediador da identidade profissional entre o contrato social e o contrato psicológico, tendo como cenário a carreira. A gestão dos (trabalhadores) profissionais representa um desafio particular, porquanto entrecruza ideologias e percepções de trabalho quer do grupo profissional, quer da organização. As retóricas de socialização ocupacional representam um conjunto de fronteiras modelares para, em primeiro lugar, os papéis sociais e ocupacionais e, em segundo lugar, os próprios percursos para uma carreira. Conclui-se assim que o propalado conceito de carreira sem fronteiras não pode ignorar o mapa mental associado aos contratos sociais para a profissão como dimensão estruturante também do contrato psicológico, institucionalizando balizas para os indicadores objectivos e subjectivos de sucesso e para os papéis e relações de papel.
The organizational behavior literature, particularly the one addressing human development and performance, has argued on the existence of a new psychological contract. This is an explanation of the changing employment relations in the contemporary sociopolitical and economical context. By taking the psychological contract partly as the expectations on both obligations and rights of a specific relation and by considering the growing flexibilization and deinstitutionalization of the bonds we are otherwise in the presence of a new social contract that informs psychological contracts. Employment relations incorporate constant and fast changes with new social normatives and framings, offering a deeper challenge for the organizational management particularly on the definition of careers and the creation of favorable contexts to the employee‘s identification and commitment. This study searches for a better understanding on the formation of professional identity and its importance in the perception of the social and psychological contracts in the employment relations. Using a (profession) case-study methodology scrutinized by Grounded Theory principles and based in an analysis model of professional identity we have audio taped fifty semi-structures interviews to pharmacists from several economical subsectors. Making use of a code that emphasizes the psycho and social constructive nature of the psychological contract we analysed the full transcripts of the discourses. Results point out that there is a relevant role of the profession as an identification focus, overlapping the alternative organization, team or career focuses. This is seen on the dynamics between the social and psycho-cognitive levels of the professional identity narratives reflected upon the perceptions of the psychological contract with both attitudinal and behavioral implications and reflexes on performance. There is a mediating role of professional identity between the social and psychological contracts enacted in careers. Managing professionals represents a particular challenge in the way that ideologies and work perceptions both from the professional group and the organization concur. Occupational socialization rhetoric‘s represent a set of modular frontiers for social and occupational roles and for carrier paths as well. We conclude that the widely written concept of boundaryless career cannot ignore the mental map associated with social contracts for a profession as a structuring dimension of the psychological contract institutionalizing barriers for objective and subjective success and for roles and role relations.
Description: Tese de doutoramento em Gestão de Empresas, na especialidade de Estratégia, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: https://hdl.handle.net/10316/18464
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Teses de Doutoramento
FEUC- Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Carreira e Identidade Profissional dos Farmacêuticos.pdf3.92 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

321
checked on Feb 27, 2024

Download(s) 20

1,006
checked on Feb 27, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.