Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/1819
Title: Estudo por difracção de neutrões do magnetismo de compostos intermetálicos de urânio
Authors: Paixão, José António de Carvalho 
Keywords: Física do Estado Sólido
Issue Date: 1994
Citation: PAIXÃO, José António de Carvalho - Estudo por difracção de neutrões do magnetismo de compostos intermetálicos de urânio. Coimbra, 1994
Abstract: Nesta dissertação é apresentado um estudo do magnetismo de alguns compostos intermetálicos de urânio, tendo como técnicas experimentais de base a difracção de neutrões e a difracção magnética ressonante de fotões. A título complementar, foram ainda realizadas medidas de magnetização, resistividade, susceptibilidade alterna e calor específico. A investigação realizada incidiu, em particular, na relação entre as propriedades magnéticas dos compostos de urânio e a interacção dos electrões f com os estados electrónicos dos ligandos. Apresentam-se nesta dissertação os resultados detalhados da investigação realizada nos seguintes compostos: URhAl, URuAl, U0.85Th0.15Sb e U5Sb4. O estudo por difracção de neutrões polarizados dos compostos isoestruturais URhAl e URuAl, que cristalizam na estrutura hexagonal não-centrossimétrica do ZrNiAl, mostra a existência de uma forte hibridação anisotrópica entre os electrões 5f e os electrões d dos átomos do metal de transição. É discutida a relação entre esta hibridação e a elevada anisotropia magnética uniaxial exibida por estes compostos. No estudo do composto U0.85Th0.15Sb foi posta em evidência a existência de uma nova estrutura magnética modulada a baixa temperatura. Um dos aspectos mais significativos deste estudo é o facto da estrutura magnética à superfície do material, tal como é vista pela difracção magnética ressonante de raios-X, diferir da estrutura magnética no interior do cristal. Os resultados obtidos sugerem a existência, à superfície, de uma sequência de planos de átomos magnéticamente ordenados alternando com planos de átomos paramagnéticos, situação que é observada pela primeira vez num composto de urânio. No composto U5Sb4, foi medida a densidade de magnetização na célula unitária, tendo em vista elucidar a relação entre as propriedades magnéticas e a coordenação peculiar dos átomos de urânio neste composto, onde existe uma distância U-U inferior ao limite de Hill.
URI: http://hdl.handle.net/10316/1819
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Física - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 50

298
checked on Aug 11, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.