Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/17774
Title: Avaliação de aptidões sociais e problemas de comportamento em idade pré-escolar : retrato das crianças portuguesas
Authors: Major, Sofia de Oliveira 
Orientador: Santos, Maria João Seabra
Martin, Roy P.
Keywords: Avaliação psicológica -- criança; Aptidão social -- criança; Problemas de comportamento -- criança
Issue Date: 2011
Citation: MAJOR, Sofia de Oliveira - Avaliação de aptidões sociais e problemas de comportamento em idade pré-escolar : retrato das crianças portuguesas / Sofia de Oliveira Major. Coimbra : [s.n.], 2011
Abstract: A idade pré-escolar é um período de acelerado desenvolvimento, nomeadamente, ao nível físico, motor, cognitivo, linguístico, moral e socioemocional. Inicialmente colocada num segundo plano, em comparação com a idade escolar, tem-se denotado um interesse crescente por esta faixa etária. Por conseguinte, associado ao aumento significativo de pedidos de avaliação psicológica a crianças em idade pré-escolar, diversos estudos têm demonstrado que a existência de défices ao nível das aptidões sociais e problemas de comportamento, em idade pré-escolar, poderá reflectir-se negativamente no decorrer da infância, adolescência e vida adulta. No entanto, em Portugal, a avaliação e intervenção precoces carecem de instrumentos de avaliação socioemocional devidamente adaptados e validados para esta faixa etária, ferramentas singulares na resposta a esta realidade. Neste sentido, o presente estudo tem por objectivo proceder à adaptação e validação de uma escala de avaliação de aptidões sociais e problemas de comportamento para as crianças portuguesas em idade pré-escolar, as Preschool and Kindergarten Behavior Scales – 2nd Edition (PKBS-2; Merrell, 2002a). Vários factores abonam a favor da utilização das PKBS-2 na avaliação socioemocional de crianças em idade pré-escolar: foram especificamente desenhadas para esta faixa etária mais nova; através de uma medida única, possibilitam a avaliação de potencialidades (aptidões sociais) e problemas de comportamento das crianças; e recorrem aos mesmos itens para a avaliação de pais e educadores. Após uma primeira fase de tradução e adaptação das PKBS-2, realizou-se um estudo exploratório (N = 320). Posteriormente, procedeu-se à recolha de uma amostra normativa de 1.000 crianças dos 3 aos 6 anos de idade, avaliadas por informadores dos dois contextos mais influentes na vida da criança (familiar e escolar). A amostra, recolhida em todo o país, foi estratificada atendendo a diversas variáveis demográficas (e.g., idade, género, região geográfica). Foram efectuados vários estudos de análises de itens, até se chegar à versão final do instrumento. As boas qualidades psicométricas da versão portuguesa são enfatizadas através da apresentação de diversos estudos de precisão (e.g., consistência interna, acordo entre informadores, estabilidade temporal) e evidência de validade (e.g., validade interna, validade convergente e discriminante). Também foram desenvolvidos estudos, com vista à elaboração de normas (médias, desvios-padrão, resultados padronizados, percentis e níveis de risco) para facilitar a interpretação dos resultados obtidos com a versão portuguesa. Os resultados alcançados são congruentes não só com os da versão original das PKBS-2, mas também, em geral, com a literatura sobre aptidões sociais e problemas de comportamento na idade pré-escolar, o que permite considerar a versão portuguesa das PKBS-2 como uma ferramenta útil e uma mais-valia para a avaliação socioemocional das crianças portuguesas em idade pré-escolar.
Preschool age is an accelerated period of development, specifically, at physical, motor, cognitive, linguistic, moral and social-emotional levels. Initially left behind the school age children, there has been a growing interest on this age group. In this field, linked to the increasing number of requests for psychological assessment of preschool children, several studies had revealed that deficits in social skills and problem behaviors at preschool age can predict negative outcomes across childhood, adolescence or adulthood. However, in Portugal, assessment and early intervention lack of social-emotional assessment instruments well adapted and validated for this age group, singular tools to provide an answer to such a reality. The purpose of the current study is to provide the standardization and validation of a social skills and problem behaviors rating scale for Portuguese children at preschool age, the Preschool and Kindergarten Behavior Scales – 2nd Edition (PKBS-2; Merrell, 2002a). Several factors support the use of the PKBS-2 in social-emotional assessment with preschool children: it was specifically designed for this younger age group; within a measure, it allows for the assessment of children’s social and emotional strengths (social skills) and behavior problems; and the same set of items are used for assessments provided by parents and teachers. Succeeding the process of translation and adaptation of the PKBS-2, an exploratory study was conducted (N = 320). After, a normative sample of 1.000 children between the ages of 3 to 6, inclusive was collected. This sample was rated by informants from the two most influent settings in the child’s life (home and school). The sample was collected from all regions of Portugal, and was stratified on basis of several demographic variables (e.g., age, gender, geographic region). Several items analysis studies were conducted until we reach the final version of the instrument. The psychometric properties of the Portuguese version are documented by the presentation of several reliability indices (e.g., internal consistency, informant agreement, temporal stability) and evidence supportive of validity (e.g., internal validity, convergent and discriminant validity). Normative data are also presented (medias, standard-deviations, standard scores, percentiles and risk levels) to help with the interpretation of the results obtained with the Portuguese version. It is important to note that the results of these analyses are in agreement with the ones obtained with the original version of the PKBS-2. Also, the results are in agreement with the literature about social skills and behavior problems in preschool age. All these outcomes allow us to view the Portuguese version of the PKBS-2 as a useful tool and a positive feature for the socialemotional assessment of Portuguese preschool children.
Description: Tese de doutoramento em Psicologia (Avaliação Psicológica) apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/17774
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Sofia Major.pdf3.85 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,259
checked on Nov 6, 2019

Download(s) 1

6,404
checked on Nov 6, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.