Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/109802
Title: Maus-tratos em crianças e adolescentes com deficiência e/ou perturbações do desenvolvimento
Other Titles: Abuse in children and adolescents with disabilities and/or developmental disorders
Authors: Cruz, Vera 
Albuquerque, Cristina P. 
Keywords: Educação Especial; Violência; Deficiência; Special Education; Violence; Disability
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Metodista de Piracicaba
Serial title, monograph or event: Revista Brasileira de Educacao Especial
Volume: 19
Issue: 1
Abstract: a presente investigação tem como principal objetivo analisar as características da associação entre deficiência e/ou perturbações do desenvolvimento e maus-tratos na população infanto-juvenil portuguesa, e destacar as respectivas implicações no domínio da educação especial. A amostra é constituída por 198 crianças e adolescentes com deficiência e/ou perturbações do desenvolvimento, que foram vítimas de maus-tratos. A informação foi recolhida através de um questionário, elaborado para este fim, e respondido por psicólogos e assistentes sociais. Em termos dos resultados obtidos, verificou-se que o maltrato misto (associação entre duas ou mais formas de maltrato) foi o mais comum, seguindo-se a negligência. Os agentes de maltrato mais frequentes foram os progenitores. A detecção dos maus-tratos foi efetuada, em regra, na etapa pré-escolar, sendo as suas principais fontes as instituições/serviços que já acompanhavam a família. Foi também detectada uma elevada percentagem de problemas de saúde física e mental, de dependências e de dificuldades de inserção social nos pais destas crianças/adolescentes. A quase generalidade das crianças e famílias beneficiou de alguma intervenção após a sinalização dos maus-tratos. No que respeita a conclusões, e uma vez que os maus-tratos tendem a ocorrer cedo e em famílias com múltiplos fatores de risco, apontam-se estratégias de intervenção familiar e sublinha-se a importância que os programas de intervenção precoce podem revestir. Também se indica o papel que os professores podem desempenhar na detecção dos maus-tratos e realça-se a relevância e a composição dos programas direcionados para o ensino de estratégias de proteção e autodefesa.
This study analyses characteristics of the association between disability and/or developmental disorders and abuse among Portuguese children and youth. It also underscores the consequences of this association for special education. The sample consists of 198 children and adolescents with disabilities and/or developmental disorders that were abused. The data was collected using a checklist designed specifically for this study, completed by psychologists and social workers. The results showed that the most frequent type of abuse was a combination of two or more types of maltreatment, followed by neglect. The most frequent perpetrators were the parents, who were also the children’s main caretakers. Abuse was identified early, usually at age 4, and mainly by institutions or services that were already following the families. A high percentage of physical and mental health problems, substance abuse and social inclusion difficulties in the parents of these children and adolescents was also observed. After identification of abuse, almost all of these children and families benefitted from some kind of intervention. In conclusion, since abuse usually occurs early and in families with multiple risk factors, we indicate the need for family intervention strategies and highlight the importance of early childhood intervention programs. The role that teachers play in screening abuse is also pointed out, as well as the relevance of setting up programs directed towards the acquisition of self-protection skills.
URI: https://hdl.handle.net/10316/109802
ISSN: 1413-6538
DOI: 10.1590/S1413-65382013000100002
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Artigos em Revistas Internacionais
I&D CINEICC - Artigos em Revistas Internacionais

Show full item record

Page view(s)

51
checked on May 15, 2024

Download(s)

18
checked on May 15, 2024

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons