Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/109350
Title: Adaptação da Bateria de Testes EARS ao Português Europeu
Other Titles: European Portuguese EARS test battery adaptation
Authors: Alves, Marisa 
Ramos, Daniela
Oliveira, Graça 
Alves, Helena 
Anderson, Ilona
Magalhães, Isabel
Martins, Jorge H.
Simões, Margarida
Ferreira, Raquel
Fonseca, Rita 
Andrade, Susana
Silva, Luís
Ribeiro, Carlos
Ferreira, Pedro Lopes 
Keywords: Portugal; Implantes Cocleares; Correcção de Deficiência Auditiva; Testes Auditivos; Percepção da Fala; Portugal; Cochlear Implants;; Correction of Hearing Impairment; Hearing Tests; Speech Perception
Issue Date: 2014
Publisher: Ordem dos Medicos
Serial title, monograph or event: Acta Medica Portuguesa
Volume: 27
Issue: 1
Abstract: Introdução: A utilização de instrumentos de avaliação em saúde adequados é fundamental na gestão da prestação de cuidados. A escassez, em Portugal, de instrumentos específicos para a avaliação do desempenho de crianças utilizadoras de implantes cocleares motivou o trabalho de tradução e de adaptação da bateria de testes EARS (Evaluation of Auditory Responses to Speech) para o português europeu. Esta bateria de testes é hoje um dos instrumentos mais comummente utilizados por equipas de (re)habilitação de crianças surdas com implantes cocleares em todo o mundo. O objetivo a atingir com a validação do EARS foi fornecer às equipas de (re)habilitação um instrumento que permita: (i) monitorizar a evolução individual da reabilitação; (ii) gerir um programa de (re)habilitação de acordo com resultados objetivos, comparáveis entre diferentes equipas de (re)habilitação; (iii) obter dados comparáveis com equipas internacionais; e (iv) melhorar a adesão e a motivação da família e restantes profissionais no ambulatório. Material e Métodos: No processo de tradução e de adaptação da bateria de testes, os procedimentos adotados foram os seguintes: (i) tradução da versão inglesa para português europeu por um tradutor profissional; (ii) revisão dessa tradução realizada por um painel de especialistas constituído por otorrinolaringologistas, terapeutas da fala e técnicos de audiologia; (iii) adaptação dos estímulos de teste pela equipa de terapeutas da fala; e (iv) nova revisão por parte do painel de especialistas. Resultados: São apresentados, para cada um dos instrumentos que compõem a bateria EARS, as adaptações introduzidas, conciliando as características e os objetivos originais dos instrumentos com as particularidades linguísticas e culturais da população portuguesa. Discussão: São discutidas as dificuldades encontradas durante o processo de tradução e de adaptação e as soluções adotadas. São feitas comparações com outras versões da bateria EARS. Conclusão: Considera-se que o processo de tradução e adaptação da bateria de testes EARS para o português europeu foi realizado de forma apropriada, respeitando as características dos instrumentos originais e adequando os estímulos de teste à realidade linguística e cultural da população portuguesa, cumprindo assim os objetivos propostos
Introduction: The use of adequate assessment tools in health care is crucial for the management of care. The lack of specific tools in Portugal for assessing the performance of children who use cochlear implants motivated the translation and adaptation of the EARS (Evaluation of Auditory Responses to Speech) test battery into European Portuguese. This test battery is today one of the most commonly used by (re)habilitation teams of deaf children who use cochlear implants worldwide. The goal to be achieved with the validation of EARS was to provide (re)habilitation teams an instrument that enables: (i) monitoring the progress of individual (re)habilitation, (ii) managing a (re)habilitation program according to objective results, comparable between different (re)habilitation teams, (iii) obtaining data that can be compared with the results of international teams, and (iv) improving engagement and motivation of the family and other professionals from local teams. Material and Methods: For the test battery translation and adaptation process, the adopted procedures were the following: (i) translation of the English version into European Portuguese by a professional translator, (ii) revision of the translation performed by an expert panel, including doctors, speech-language pathologists and audiologists, (iii) adaptation of the test stimuli by the team’s speechlanguage pathologist, and (iv) further review by the expert panel. Results: For each of the tests that belong to the EARS battery, the introduced adaptations and adjustments are presented, combining the characteristics and objectives of the original tests with the linguistic and cultural specificities of the Portuguese population. Discussion: The difficulties that have been encountered during the translation and adaptation process and the adopted solutions are discussed. Comparisons are made with other versions of the EARS battery. Conclusion: We defend that the translation and the adaptation process followed for the EARS test battery into European Portuguese was correctly conducted, respecting the characteristics of the original instruments and adapting the test stimuli to the linguistic and cultural reality of the Portuguese population, thus meeting the goals that have been set.
URI: https://hdl.handle.net/10316/109350
ISSN: 1646-0758
0870-399X
DOI: 10.20344/amp.4072
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CEISUC - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
Show full item record

Page view(s)

67
checked on Apr 10, 2024

Download(s)

54
checked on Apr 10, 2024

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons