Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/108410
Title: Prevalência da cárie dentária de doentes diabéticos tipo 1 tratados com bomba infusora de insulina
Other Titles: Prevalence of dental caries in type 1 diabetic patients treated with insulin pump
Authors: Garcia, Rosana 
Coelho, Ana 
Paula, Anabela 
Ferreira, Manuel 
Caramelo, Francisco 
Barros, Luisa 
Batista, Carla
Melo, Miguel 
Silva, Mário Jorge
Carrilho, Eunice 
Keywords: Cárie Dentária; Diabetes Mellitus Tipo 1; Insulina; Prevalência; Saúde Oral; Sistemas de Infusão de Insulina; Dental Caries; Diabetes Mellitus, Type 1; Insulin; Insulin Infusion Systems; Oral Health; Prevalence
Issue Date: Aug-2016
Publisher: Ordem dos Medicos
Serial title, monograph or event: Acta Medica Portuguesa
Volume: 29
Issue: 7-8
Abstract: Introdução: A diabetes mellitus tipo 1 e a saúde oral relacionam-se de forma estrita e recíproca, reconhecendo-se nos pacientes diabéticos uma maior suscetibilidade a uma grande variedade de patologias orais. O objetivo do presente estudo consistiu em investigar a relação entre a prevalência da cárie dentária em indivíduos diabéticos tipo 1 tratados com bomba infusora de insulina e a de indivíduos não diabéticos. Material e Métodos: Realizou-se um estudo clínico observacional, analítico e transversal. Incluíram-se no grupo de estudo 30 indivíduos adultos com diabetes mellitus tipo 1 tratados com bomba infusora de insulina (selecionados do Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra) e no grupo de controlo 30 doentes não diabéticos (selecionados por entre os acompanhantes dos primeiros). Os elementos de ambos os grupos foram observados entre janeiro e maio de 2015, na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, por um médico dentista. A avaliação clínica foi acompanhada do preenchimento de um formulário clínico adaptado aos objetivos da investigação. Para análise estatística assumiu-se um nível de significância de 5%. Resultados: O grupo de estudo apresentou valores semelhantes de índice de cárie dentária e de placa bacteriana aos registados no grupo de controlo. Não se registaram diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos no que diz respeito a hábitos de higiene oral e à frequência de visitas ao médico dentista. Discussão: Embora a dieta dos doentes diabéticos seja menos abundante em hidratos de carbono, prevendo uma menor exposição a alimentos cariogénicos, o elevado número de refeições ingeridas de forma fracionada pode aumentar o risco de cárie, uma vez que o valor de pH crítico para desmineralização é atingido mais vezes ao longo do dia. No entanto, a existência de uma patologia crónica pode determinar um elevado nível de cuidados preventivos gerais, inclusivamente resultando numa melhoria global do seu nível de saúde oral, o que poderá justificar os resultados obtidos. Conclusão: A presença de diabetes mellitus tipo 1 em doentes tratados com bomba de insulina não está associada a um aumento da prevalência de lesões de cárie dentária.
Introduction: Type 1 diabetes mellitus and oral health are strictly related on a reciprocal basis, and an increased susceptibility to a wide variety of oral diseases is recognised in these patients. The aim of the present study was to establish a relationship between the prevalence of dental caries in Type 1 diabetic patients treated with insulin pump and that of non-diabetic patients. Material and Methods: An observational clinical study of analytical and cross-sectional nature was conducted. The sample consisted of 30 adults with diabetes mellitus treated with insulin pump (selected from the Coimbra Hospital and Universitary Centre) and 30 nondiabetic adults (selected from the ones accompanying the diabetic patients). One dentist evaluated all of the patients between January and May of 2015 in the Faculty of Medicine of the University of Coimbra. During the clinical evaluation a case report form adapted to the objectives of the investigation was completed. Data analysis was performed and the significance level was set at 5%. Results: Diabetic patients showed similar levels on the caries and plaque index to non-diabetic patients. There were no statistically significant differences between the two groups as regards oral hygiene habits and frequency of visits to the dentist. Discussão: Although diabetics’ diet is less abundant in carbohydrates, which provides a smaller exposure to cariogenic food, the regularity of meals can increase the risk of caries since the critical pH for demineralization is reached frequently throughout the day. However, the existence of a chronic condition may determine a high concern for general preventive care, resulting in an overall improvement of their oral health, which could justify the results. Conclusion: Type 1 diabetic patients treated with insulin pump don’t have a higher prevalence of dental caries.
URI: https://hdl.handle.net/10316/108410
ISSN: 1646-0758
0870-399X
DOI: 10.20344/amp.6796
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Artigos em Revistas Nacionais
FMUC Med. Dentária - Artigos em Revistas Nacionais

Show full item record

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons