Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/100120
Title: O trabalho criativo em Portugal: uma análise a partir do caso do design de comunicação
Authors: Quintela, Pedro Alexandre Santos Coelho Granjo 
Orientador: Ferreira, Claudino Cristóvão
Keywords: trabalho criativo; cultura; design; políticas culturais; história do design
Issue Date: 21-Feb-2022
Project: info:eu-repo/grantAgreement/FCT/FARH/SFRH/BD/84115/2012/PT/O TRABALHO CRIATIVO EM PORTUGAL: UMA ANÁLISE A PARTIR DO CASO DO DESIGN DE COMUNICAÇÃO 
Abstract: Esta investigação ocupa-se do trabalho criativo, procurando perceber sociologicamente a heterogeneidade de situações que o compreendem, o seu modo de organização e funcionamento e a sua importância atual. Centra-se num domínio exemplar do setor cultural e criativo e, em sentido mais amplo, da economia criativa – o design gráfico e de comunicação –, analisando-o à luz das especificidades do contexto português. Como se procura argumentar ao longo da tese, o design constitui hoje um objeto privilegiado quer para compreender e debater a realidade prática do trabalho criativo, quer para problematizar algumas das conceções homogeneizantes e simplificadoras que, no quadro de uma retórica que ainda é hoje hegemónica nos contextos técnico-científicos, políticos, económicos e mediáticos, se têm afirmado sobre o trabalho criativo e sobre o seu concurso para os processos de desenvolvimento socioeconómico na atualidade. Questiona-se, pois, o que representa hoje o trabalho criativo em design gráfico e de comunicação e qual a sua relevância (política, económica, social, cultural) em Portugal; em que situações e sob que condições concretas é atualmente desenvolvido o trabalho dos designers gráficos e de comunicação, identificando os principais vetores de transformação e as grandes mudanças ocorridas nas últimas décadas; quais são as especificidades que distinguem este tipo de trabalho criativo de outras formas de trabalho “não-criativas”; e, por fim, como são, no seu âmbito, concebidas e aplicadas a noção de criatividade e outras noções associadas, como inovação, originalidade, autoria, empreendedorismo. Para tal, propôs-se um modelo analítico que, compatibilizando uma abordagem micro e macrossociológica, pretendeu captar, na sua complexidade, a multiplicidade e heterogeneidade de discursos, contextos e práticas profissionais em design gráfico e de comunicação em Portugal. Adotando uma perspetiva simultaneamente sincrónica e diacrónica, esta investigação procurou caraterizar o modo como esta área de atividade criativa se foi desenvolvendo no decurso do tempo; quais os seus principais protagonistas; quais os diversos discursos e retóricas (políticos, académicos, empresariais, mediáticos e outros) hoje existentes sobre o setor do design em Portugal, assim como as eventuais medidas e instrumentos de política pública que, no decurso do tempo, foram sendo especificamente dirigidas ao seu desenvolvimento e consolidação; e, por fim, quais os múltiplos contextos de trabalho em design gráfico e de comunicação em Portugal e o tipo de relações socioprofissionais que aqui se constituem e desenvolvem. Metodologicamente, foram mobilizados distintos instrumentos e técnicas de pesquisa, de forma a obter-se um olhar sociológico mais amplo, multifacetado e complexo acerca do mercado de trabalho em design gráfico e de comunicação em Portugal
This investigation deals with creative work, seeking to sociologically understand the heterogeneity of situations that comprise it, its mode of organization and functioning and its current importance. It focuses on an exemplary domain of the cultural and creative sector and, in a broader sense, of the creative economy –graphic and communication design –, analyzing it in the light of the specificities of the Portuguese context. As we try to argue throughout the thesis, design is today a privileged object either to understand and debate the practical reality of creative work, or to problematize some of the homogenizing and simplifying conceptions that, within the framework of a rhetoric that is still hegemonic in the technical-scientific, political, economic and media contexts have asserted themselves on creative work and its contribution to the processes of socio-economic development today.It is questioned what creative work in graphic and communication design represents today and what is its relevance (politically, economically, socially, culturally) in Portugal; in which situations and under which concrete conditions the work of graphic and communication designers is currently developed, identifying itsmain vectors of transformation and the great changes that have taken place in recent decades; what are the singularitiesthat distinguish this type of creative work from other “non-creative” forms of work; and, finally, how, within its scope, the notion of creativity and otherassociated notions, such as innovation, originality, authorship, entrepreneurship, are conceived and applied.To this end, an analytical model was proposed which, combining a micro and macro-sociological approach, intended to capture, in its complexity, the multiplicity and heterogeneity of discourses, contexts and professional practice in graphic and communicationdesignin Portugal.Adopting a simultaneously synchronic and diachronic perspective, this investigation sought to characterize the way in whichthis area of creative activity was developed over time; who are its main protagonists; what are the various discourses and rhetoric (in political, academic, business, media spheres, among others) currently existing about the design sector in Portugal, as well as the possible measures and instruments of public policy that, over time, were being specifically addressed to its development and consolidation; and, finally, what are the multiple contexts of work in graphic and communication design in Portugal and the kind of socio-professional relationships that are constituted and developed in this field.Methodologically, different instruments and research techniques were mobilized in order to obtain a broader, multifaceted and complex sociological look at thegraphic and communication design labour market in Portugal.
URI: http://hdl.handle.net/10316/100120
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Teses de Doutoramento
I&D CES - Teses de Doutoramento
FEUC- Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_PQuintela_vf.pdf5.23 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

93
checked on Sep 16, 2022

Download(s)

21
checked on Sep 16, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.