Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/87645
Title: A vida delas e deles, a nossa, na Cidade do Anjo: uma utopia crítica pós-colonial das gentes do cotidiano
Authors: Knob, Tiago Miguel
Orientador: Meneses, Maria Paula
Assumpção, Raiane
Keywords: utopia; pós-colonialismos; postcolonialism; justiça cognitiva; cognitive justice; gentes do cotidiano; people of the everyday life; Cidade do Anjo; City of Angel
Issue Date: 19-Mar-2019
Abstract: Estes escritos carregam a esperança, concreta, de ser parte do desenvolvimento qualitativo de uma utopia crítica e cotidiana da vida de crianças, jovens, mães, homens, mulheres, gentes do cotidiano da Cidade do Anjo frente à esta que é uma das realidades mais perversas do interior do Estado de São Paulo, Brasil, o município de São Miguel Arcanjo. Trata-se, pois, da construção de justiça cognitiva, um fundamento para a construção de justiça humana e social, a partir do desenvolvimento da metodologia, da pedagogia, de uma crítica ética à realidade e do fortalecimento das resistências e alternativas às corrupções dos poderes, dessa emergência que tem oferecido possibilidades de vida em uma realidade que nega, oprime, castiga, maltrata e que, em última instância, mata e tem matado. São estes os momentos necessários da utopia, não suficientes, que este estudo se esforça por aprofundar, aprender, reaprender, desenvolver com as atoras e os atores desta ação social em curso da qual sou parte e que, deste caminhar, se abre para a construção de solidariedades com outros cantos e centros do mundo que também caminham (ações contra-hegemônicas) para o fortalecimento conjunto entre as ações. Para tanto, fundamentada em uma ética e em uma política da vida (Dussel, 1998, 2007a, 2007b, 2009), esta tese se propõe como um exercício das Epistemologias do Sul (Santos, 1995, 2006, 2009, 2017): um apelo à descentralização da produção do conhecimento que é para emergir, o mais claramente possível, novas exigências de possibilidades de vida desse canto oculto das linhas abissais (Santos, 2007) que impõe entre nós divisões entre os que podem e os que não podem viver. Divisões, estas, reproduzidas ali, dentre tantos outros lugares, mentes e corpos da Cidade do Anjo, nas fronteiras da Lagoa do Guapé; e cujo andar capaz de responder às exigências de justiça está sendo já trilhado pelas gentes do cotidiano nessa construção do novo que emerge e observa, denuncia, anuncia, anda e permite à vida, viver.
These writings carry the concrete hope for being part of a qualitative development of a critical utopia, based on everyday lives of children, young people, mothers, men and women, people of the everyday life from City of Angel. This is the city of São Miguel Arcanjo, one of the most cruel context in the state of São Paulo. The thesis aims the construction of cognitive justice, the foundation of human and social justice, from a methodological and pedagogical approach, an ethical critics of reality and the strengthening of alternative resistances against corrupted powers. These resistances have been emerging and offering possibilities of life, against a reality that denies, oppresses, punishes, mistreats and, after all, kills and has been killing. This studying endeavors to go deep on these moments of utopia, learning, relearning and developing with the agents of this social action in course, which I am part of. From this path we are walking on, it opens possibilities of solidarity with other peoples in other centers of the world, who are also walking on their counter-hegemonic paths, in a way we can strength each other fights. Therefore, this thesis, founded on an ethics and politics of life (Dussel, 1998, 2007a, 2007b, 2009), proposes to be an experiment of the Epistemologies of the South (Santos, 1995, 2006, 2009, 2017): an appeal for the decentralization of knowledge production, in order to emerge new possibilities of life, from the local places hidden by abyssal lines (Santos, 2007), which impose divisions between who can and can not live. Those divisions, reproduced, among other places, in the minds and bodies of City of Angel, on the borders of Lagoa do Guapé, are been confronted by the people of everyday life, who trace their own path to respond the exigencies of justice, building new emergencies, observing, announcing, walking and permitting the life to be lived.
Description: Tese de Doutoramento em Pós-Colonialismos e Cidadania Global, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/87645
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
A vida delas e deles.pdf8.22 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

251
checked on Jul 29, 2020

Download(s)

84
checked on Jul 29, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.