Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/85375
Title: Características do contexto sociocultural da parentalidade consciente
Other Titles: Characteristics of the sociocultural context of mindful parenting
Authors: Saraiva, Vitor Emanuel Fernandes 
Orientador: Moreira, Helena Teresa da Cruz
Canavarro, Maria Cristina Cruz Sousa Portocarrero
Keywords: características sociodemográficas; contexto laboral; contexto social; parentalidade consciente; redes sociais de suporte; mindful parenting; social context; social support networks; sociodemographic characteristics; work context
Issue Date: 18-Jul-2018
Serial title, monograph or event: Características do contexto sociocultural da parentalidade consciente
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Objetive. Mindful parenting is characterized by the application of the concepts, practices and principles of mindfulness to the relationships and interactions between parents and children. Despite the growing number of studies on this form of parenting, we still know very little about the predictive role of the sociocultural context in which the parent-child relationship is embedded. Thus, the main goal of the present study is to explore the role of the sociocultural context in mindful parenting, such as sociodemographic (e.g., parent’s sex; education levels) and work-related characteristics (e.g., work schedule, work-family conflict), social support networks (e.g., help in domestic tasks) and the marital relation (e.g., sharing of parental responsibilities with the spouse) in the different dimensions of mindful parenting.Design and methods. The sample included 410 parents of children and adolescents between 1 and 19 years of age who responded to a sociodemographic questionnaire and to the self-reported measures of the Work-Family Conflict and Interpersonal Mindfulness in Parenting.Results. In order to test the role of the sociodemographic and contextual variables in the various dimensions of mindful parenting, multiple linear regressions were performed. Concerning sociodemographic variables, higher education levels were significantly associated with higher levels of nonjudgmental acceptance of parental functioning and female gender was associated with higher levels of emotional awareness of the child. Concerning the work context, higher levels of work-family conflict were associated with lower levels of nonjudgmental acceptance of parental functioning, listening with full attention, emotional awareness of the child and self-regulation in parenting. A flexible work schedule was also associated with higher levels of nonjudgmental acceptance of parental functioning. Lastly, the existence of help with domestic tasks and sharing parental responsibility tasks with the partner were both associated with higher levels of self-regulation in parenting.Conclusions. The results suggest that variables such as parent’s sex, education levels, work schedule, social support network, responsibility sharing and work-family conflict seem to play an important role in the dimensions of mindful parenting.
Objetivos. A parentalidade consciente caracteriza-se pela aplicação dos conceitos, das práticas e dos princípios do mindfulness às relações e interações entre pais e filhos. Apesar do crescente número de estudos sobre esta forma de parentalidade, sabe-se ainda muito pouco sobre o papel preditor do contexto sociocultural onde a relação pais-filhos se inscreve. Assim, o presente estudo tem como principal objetivo explorar o papel do contexto sociocultural na parentalidade consciente, nomeadamente algumas características sociodemográficas (e.g., sexo dos pais, habilitações literárias) e relativas ao contexto laboral (e.g., horário de trabalho, conflito trabalho-família), às redes de apoio social (e.g., ajuda nas tarefas domésticas) e à relação conjugal (partilha das responsabilidades parentais com o cônjuge) nas diferentes dimensões da parentalidade consciente.Método. A amostra foi constituída por um total de 410 pais de crianças e adolescentes entre 1 e 19 anos de idade que responderam a uma ficha de dados sociodemográficos e do contexto social e completaram os instrumentos de autorresposta do Conflito Trabalho-Família e do Mindfulness Interpessoal na Parentalidade. Resultados. De forma a testar o papel das diferentes variáveis consideradas nas várias dimensões da parentalidade consciente, foram realizadas regressões lineares múltiplas. Relativamente às variáveis sociodemográficas, as habilitações literárias superiores mostraram-se significativamente associadas a níveis mais elevados de aceitação não-ajuizadora do funcionamento parental e o sexo feminino associou-se a níveis superiores de consciência emocional da criança. No que diz respeito ao contexto laboral, verificou-se que níveis superiores de conflito trabalho-família estavam associados a níveis inferiores de aceitação não-ajuizadora do funcionamento parental, de escuta com atenção plena, de consciência emocional da criança e de autorregulação na parentalidade. O horário de trabalho flexível associou-se ainda a níveis superiores de aceitação não-ajuizadora do funcionamento parental. Por fim, a existência de ajuda nas tarefas domésticas e de uma partilha das responsabilidades das tarefas parentais com o cônjuge, associaram-se ambas a níveis superiores de autorregulação na parentalidade.Conclusões. Os resultados sugerem que variáveis como o sexo dos pais, habilitações literárias, horário de trabalho, rede de suporte social, partilha de responsabilidades e conflito trabalho-família parecem desempenhar um papel importante nas dimensões da parentalidade consciente.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/85375
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Vitor Saraiva_2018.pdf565.96 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

362
checked on Jun 2, 2020

Download(s)

313
checked on Jun 2, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons