DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPais, Leonor Maria Gonçalves Pacheco-
dc.contributor.advisorMónico, Lisete Santos Mendes-
dc.contributor.advisorSantos, Nuno Manuel Gameiro Rebelo dos-
dc.contributor.advisorMartinez-Tur, Vicente-
dc.contributor.authorLeite, Estela Calderaro Pontinha-
dc.date.accessioned2018-12-05T23:06:15Z-
dc.date.available2018-12-05T23:06:15Z-
dc.date.issued2018-07-09-
dc.date.submitted2018-12-12-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/81473-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação-
dc.description.abstractO objetivo do presente estudo é analisar em que medida o efeito da Liderança Tóxica e Empoderadora na Motivação do Trabalho é significativamente diferente entre os vários perfis de Orientação para a Felicidade. Os líderes empoderadores apóiam sua equipe, promovem autonomia, autogestão e estimulam o autogerenciamento e os líderes tóxicos intimidam e depreciam seus subordinados, afetando seu entusiasmo, criatividade e autonomia. Em outras palavras, enquanto líderes empoderadores promovem as três necessidades básicas da motivação para o trabalho, de acordo com Self-Determination Theory, o referencial teórico adotado por nós neste estudo. A partir da evidência de que esses tipos de liderança influenciam, em geral, a motivação de trabalho dos seguidores, esse fenômeno será descrito com mais precisão se considerarmos sua orientação para a felicidade. Quatro questionários (Orientação para a Felicidade, Escala Multidimensional de Motivação do Trabalho, Questionário de Capacitação de Liderança e Escala de Liderança Tóxica) foram aplicados a uma amostra de 850 trabalhadores portugueses. MANOVA, análise de agrupamento e análise de regressão múltipla hierarquizada. Os resultados confirmaram que a liderança empoderadora está positivamente relacionada com a motivação para o trabalho, a liderança tóxica está negativamente relacionada com a motivação no trabalho e esses efeitos são diferentes entre os perfis de orientação para a felicidade. Implicações para futuras pesquisas e limitações da pesquisa também são discutidas.por
dc.description.abstractThe goal of the present study is to analyze in which extent the effect of Toxic and Empowering Leadership on Work Motivation is significantly different between various profiles of Orientation to Happiness. According to the corresponding definitions, empowering leaders support their team, promote autonomy, self-direction and encourage self-management and toxic leaders bully and belittle their subordinates, impacting their enthusiasm, creativity, and autonomy. In other words, while empowering leaders address the autonomy and competence needs satisfaction, toxic leaders undermine competence, autonomy, and relatedness, the three basic needs underlying work motivation according to the Self-Determination Theory, the theoretical framework adopted by us in this study. Starting from the evidence that those leadership types influence, in general, work motivation of followers, this phenomenon will be more accurately described if we consider their orientation to happiness. Four questionnaires (Orientation to Happiness, Multidimensional Work Motivation Scale, Empowering Leadership Questionnaire, and Toxic Leadership Scale) were applied to a sample of 850 Portuguese workers. MANOVA, Cluster analysis and hierarchical multiple regression analysis were performed. Results confirmed that Empowering Leadership is positively related to work motivation, Toxic Leadership is negatively related to work motivation, and those effects are different among orientation to happiness profiles (groups). Implications for future research and limitations of the research are also discussed.eng
dc.language.isoeng-
dc.rightsopenAccess-
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/-
dc.subjectLiderançapor
dc.subjectOrientação para Felicidadepor
dc.subjectMotivação para o Trabalhopor
dc.subjectEmpowering Leadershipeng
dc.subjectToxic Leadershipeng
dc.subjectWork Motivationeng
dc.subjectOrientation to Happinesseng
dc.titleThe relationship between Leadership, Orientation to Happiness and Work Motivationeng
dc.title.alternativeO relacionamento entre liderança, orientação para a felicidade e motivação para o trabalho.por
dc.typemasterThesis-
degois.publication.locationUniversidade de Coimbra, Portugal-
degois.publication.titleThe relationship between Leadership, Orientation to Happiness and Work Motivationeng
dc.peerreviewedyes-
dc.identifier.tid202053202-
thesis.degree.disciplinePsicologia-
thesis.degree.grantorUniversidade de Coimbra-
thesis.degree.level1-
thesis.degree.nameMestrado em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos-
uc.degree.grantorUnitFaculdade de Psicologia e de Ciências da Educação-
uc.degree.grantorID0500-
uc.contributor.authorLeite, Estela Calderaro Pontinha::0000-0002-9027-7040-
uc.degree.classification19-
uc.degree.presidentejuriCarvalho, Carla Maria Santos-
uc.degree.elementojuriSemedo, Carla Sofia Carrilho Lopes Santarém-
uc.degree.elementojuriSilva, Tânia Ferraro Gilaberte da-
uc.contributor.advisorPais, Leonor Maria Gonçalves Pacheco-
uc.contributor.advisorMónico, Lisete Santos Mendes-
uc.contributor.advisorSantos, Nuno Manuel Gameiro Rebelo dos-
uc.contributor.advisorMartinez-Tur, Vicente-
item.grantfulltextopen-
item.fulltextCom Texto completo-
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Estela Calderaro__MASTER THESIS_.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record
Google ScholarTM
Check
This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons