Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79981
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorGonçalves, M.-
dc.contributor.authorMartins, C.-
dc.contributor.authorSoares, N.-
dc.contributor.authorSantos, P.-
dc.contributor.authorCosta, J.J.-
dc.date.accessioned2018-07-04T15:05:18Z-
dc.date.available2018-07-04T15:05:18Z-
dc.date.issued2018-02-
dc.identifier.citationM. Gonçalves, C. Martins, N. Soares, P. Santos, J.J. Costa, "Desenvolvimento de um protocolo experimental para medir o desempenho térmico de paredes em LSF", in: CLBMCS 2018 | 3º Congresso Luso-Brasileiro de Materiais de Construção Sustentáveis, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal, 14-16 February 2018.pt
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/79981-
dc.description.abstractNeste trabalho faz-se uma breve apresentação do Projeto “PCMs4Buildings – Sistemas com cavidades retangulares com materiais de mudança de fase (PCMs – “Phase Change Materials”) para o aproveitamento de energia solar térmica em edifícios", dando particular destaque à Tarefa nº 4 em curso no Departamento de Engenharia Civil (DEC) da Universidade de Coimbra (UC). O objetivo principal desta tarefa é o desenvolvimento de um protocolo experimental (que use como ponto de partida a Guarded Hot Box existente no laboratório do DEC), para medir o desempenho térmico de paredes não-homogéneas com estrutura leve em aço enformado a frio (LSF - “Lightweight Steel Framing”) e que incluam PCMs na sua constituição. O protocolo final passará pela medição do comportamento das paredes em LSF em regime transiente, para avaliar de que forma os PCMs podem melhorar o comportamento térmico desta tipologia de construção. Na primeira parte deste artigo, apresentam-se alguns resultados preliminares correspondentes à fase de calibração do ensaio para medição da transferência de calor através de paredes em regime permanente. Para o efeito, foi avaliada a condutibilidade térmica de uma "parede" feita de um material homogéneo com condutibilidade térmica conhecida a priori: o poliestireno extrudido (XPS). É também descrito o ensaio laboratorial efetuado no equipamento Hot Disk TPS 2500 S para validar os resultados obtidos (assim como a comparação direta com a informação fornecida pelo fabricante). Na segunda parte, apresentam-se alguns resultados preliminares dos ensaios realizados para avaliar o desempenho térmico de três paredes em LSF: parede sem isolamento térmico; com isolamento térmico apenas na caixa-de-ar e, finalmente, com isolamento térmico na caixa-de-ar e pelo exterior. Os resultados obtidos permitem conhecer melhor o comportamento das paredes em LSF em estudo, e fornecer resultados experimentais que possam ser usados na simulação numérica da transferência de calor através de paredes em LSF.pt
dc.language.isoporpt
dc.relationPOCI-01-0145-FEDER-016750 | PTDC/EMS-ENE/6079/2014pt
dc.rightsopenAccesspt
dc.subjectLSFpt
dc.subjectLightweight steel framingpt
dc.subjectParedespt
dc.subjectCondutibilidade térmicapt
dc.subjectCoeficiente de transmissão térmicapt
dc.subjectCâmaras climáticaspt
dc.titleDesenvolvimento de um protocolo experimental para medir o desempenho térmico de paredes em LSFpt
dc.typeconferenceObjectpt
degois.publication.locationCoimbrapt
degois.publication.titleCLBMCS 2018 | 3º Congresso Luso-Brasileiro de Materiais de Construção Sustentáveispt
dc.peerreviewedyespt
dc.date.embargo2018-02-01*
dc.date.periodoembargo0pt
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
Appears in Collections:FCTUC Eng.Civil - Artigos e Resumos em Livros de Actas
Show simple item record

Page view(s)

90
checked on Aug 19, 2019

Download(s)

23
checked on Aug 19, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.