Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/36879
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPeixinho, Ana Teresa-
dc.contributor.advisorJunior, José-
dc.contributor.authorGonçalves, Tatiana Santos-
dc.date.accessioned2017-02-27T14:57:32Z-
dc.date.available2017-02-27T14:57:32Z-
dc.date.issued2017-07-10-
dc.date.submitted2017-02-27-
dc.identifier.citationGONÇALVES, Tatiana Santos - A participação pública em portais de ciência : análise comparativa entre os portais MCTI e Ciência Viva. Coimbra : [s.n.], 2017. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/36879-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/36879-
dc.descriptionTese de doutoramento em Ciências da Comunicação, no ramo de Comunicação em Novos Ambientes Tecnológicos, apresentada ao Departamento de Filosofia Comunicação e Informação da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra-
dc.description.abstractCom o progressivo envolvimento entre a ciência e a sociedade, a participação pública surge para fomentar o debate sobre a atividade científica pensada em uma perspectiva horizontal, em que o público, seja especializado ou não, esteja presente de forma mais ativa nas ações realizadas nesta área. Do mesmo modo, a expansão significativa de políticas estabelecidas com o propósito de difundir e popularizar a ciência no Brasil e em Portugal, refletem o amadurecimento de iniciativas comprometidas com a apropriação social da ciência, em uma tendência para o estímulo e o envolvimento da sociedade nas controvérsias científicas nestes países. Neste cenário, as ferramentas originadas no meio digital surgem como elementos potenciais para a aquisição de informação de ciência e para a promoção da participação do público no debate de questões de cariz científico. Este novo fluxo comunicativo, proporcionado pela Internet e suas ferramentas digitais, abriu uma nova perspectiva para a área da comunicação da ciência. Neste sentido, os portais, com o propósito de comunicar ciência, tornaram-se meios para possibilitar o maior acesso às informações e conteúdos científicos, bem como uma maior interação entre a instituições públicas ou privadas e a sociedade, em uma nova perspectiva para o debate e a colaboração mútua entre público, comunidade científica e gestores. Considerando que a Internet oferece uma variedade de recursos que podem fomentar uma maior comunicação entre as instituições e o público, esta investigação foi orientada para compreender o modo como os portais do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação - MCTI, no Brasil, e da Agência Ciência Viva, em Portugal, têm proporcionado meios para promover a participação pública e qual a intensidade com que o público é estimulado a envolver-se nas controvérsias científicas nestes países. Neste âmbito, esta investigação centra-se em uma análise comparativa do modo como o portal MCTI e o portal Ciência Viva dão ênfase a práticas que apoiam o fortalecimento da participação e do envolvimento do público nas questões relacionadas com a ciência, a partir do emprego de ferramentas digitais para a promoção de diálogos e estímulo à participação cidadã. Para alcançar este objetivo, no percurso metodológico realizado por este estudo, procedeu-se a identificação das dimensões, dos parâmetros e dos critérios para a avaliação da qualidade global de websites, sendo adaptados, posteriormente, para a avaliação dos portais MCTI e Ciência Viva. Ao final deste processo, os portais MCTI e Ciência Viva foram avaliados e comparados, conforme a percepção de brasileiros e portugueses, divididos em grupos de avaliação.por
dc.description.abstractRecently, the close relation between science and society has stimulated the debate of the science activity for a more horizontal perspective where the non-necessarily specialized public is more actively present in the science activities. In the same way, political actions with the purpose of making science more accessible to the general public in Brazil and Portugal reflect the current stimulus toward the inclusion of science in the society. Within this context, digital tools possess a great potential to disseminate science and to facilitate the interaction between science and society to discuss scientific fundamental questions. This new framework provided by the Internet and the digital tools, has opened a promising novel perspective in the area of the communication of science. Hence, the websites tailor-made in order to communicate science, have become important means to provide more access to scientific information and also to promote the interaction between the public and private institutions with the society and therefore, providing an environment for debate and mutual collaboration. Taking into account that the internet is equipped with a large number of resources to stimulate the interaction between the institutions and the public, the research carried out in this dissertation aims at understanding the way in which the websites of Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, in Brazil, and Agência Ciência Viva, in Portugal, have contributed to promote the participation of the general community and in what extent have encouraged the public to take part of the current scientific controversies in these two countries. This work has focused on the analysis of how these websites emphasize the activities through digital resources, to urge the participation of people in scientific questions. To this end, and following the methodology proposed, we have first selected from the literature, the dimensions, the parameters and the criteria to evaluate the quality of the websites. On a second stage, we have adapted them for the evaluation for the two particular websites treated in this thesis. Both websites MCTI and Ciência Viva were compared and evaluated in terms of the perception of different groups of Brazilians and Portuguese.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectMCTIpor
dc.subjectCiência Vivapor
dc.subjectPortaispor
dc.subjectComunicação da ciênciapor
dc.subjectParticipação públicapor
dc.subjectCiênciapor
dc.subjectSociedadepor
dc.subjectMCTIpor
dc.subjectCiência Vivapor
dc.subjectWebsitespor
dc.subjectCmmunication sciencepor
dc.subjectPublic engagementpor
dc.subjectSciencepor
dc.subjectSocietypor
dc.titleA participação pública em portais de ciência: análise comparativa entre os portais MCTI e Ciência Vivapor
dc.typedoctoralThesispor
dc.date.embargoEndDate2017-07-10-
dc.peerreviewedyes-
dc.date.embargo2018-01-06*
dc.identifier.tid101552939por
dc.subject.fosCiências Sociaispor
thesis.degree.grantor00500::Universidade de Coimbrapor
thesis.degree.leveldoutorpor
thesis.degree.nameDoutoramento em Ciências da Comunicação, no ramo de Comunicação em Novos Ambientes Tecnológicos-
thesis.degree.grantorUnit00505::Universidade de Coimbra - Faculdade de Letraspor
uc.date.periodoembargo180por
uc.date.periodoEmbargo180-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
Appears in Collections:FLUC Secção de Comunicação - Teses de Doutoramento
Files in This Item:
File Description SizeFormat
A participação pública em portais de ciência.pdf4.74 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

113
checked on Aug 21, 2019

Download(s)

91
checked on Aug 21, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.