Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33775
Title: Sexual segregation in red deer: a question of food?
Authors: Garcia, Fernanda Fernandes 
Orientador: Alves, Joana
Sousa, José Paulo
Keywords: Cervus elaphus; Segregação sexual; Hipótese da seletividade alimentar; Comportamento alimentar
Issue Date: 2016
Keywords: Cervus elaphus; Segregação sexual; Hipótese da seletividade alimentar; Comportamento alimentar
Issue Date: 2016
Abstract: A segregação sexual é um fenómeno muito comum em vertebrados, em particular em animais com dimorfismo sexual, e pode ter implicações na sua gestão. Em termos de definição, é ainda difícil encontrar consenso sobre o que é a segregação sexual, pelo que existem muitas questões ainda sem resposta. A segregação sexual pode ser explicada através de dois componentes 1) segregação de habitat ou 2) segregação social. Na tentativa de tentar entender quais são os fatores envolvidos neste fenómeno, ambos os componentes devem ser avaliados. Este trabalho tem como objetivo avaliar o componente do habitat, avaliando uma das hipóteses que foi proposta para explica-lo, a hipótese da seletividade alimentar (FSH). Amostras de fezes de veado foram recolhidas por 1) observação direta na área de estudo Serra da Lousã, ou 2) em animais abatidos em montarias. As amostras de fezes foram analisadas usando a técnica microhistólogica. Esta técnica baseia-se na identificação dos fragmentos de plantas presentes nas fezes, e é constituída por duas fases 1) elaboração da coleção de referência de epidermes e 2) identificação dos fragmentos de plantas presentes nas fezes. A coleção de referência das epidermes, juntamente com a chave dicotómica de identificação com base em características micro-histológicas, provou ser uma ferramenta útil neste tipo de análise. Embora a técnica micro-histológica tenha bastantes vantagens, tem também a desvantagem do tempo requerido para identificar os fragmentos. De forma a colmatar esta desvantagem, é fulcral determinar o esforço de amostragem adequado aos objetivos específicos de cada trabalho, de forma a otimizar o tempo. Os resultados mostraram que um total de 200 fragmentos constitui um bom compromisso entre precisão e custo, permitindo contabilizar 95% da riqueza específica. O principal objetivo desta tese foi avaliar o comportamento alimentar de veados, e avaliar se as diferenças entre os sexos são suficientes para suportar a FSH. A dieta veado foi analisada em termos de composição, diversidade e qualidade. Os resultados obtidos não suportam na totalidade os pressupostos da FSH, principalmente os relacionados com a qualidade alimentar. Machos e fêmeas têm diferentes necessidades nutricionais, contudo, os nossos resultados não permitem concluir que os machos consomem mais quantidade e menor qualidade alimentar, e que as fêmeas selecionam habitats de alta qualidade e/ou maior qualidade de recursos alimentares. Os resultados deste estudo não provaram a existência de diferenças entre qualidade da dieta de ambos os sexos, avaliada por análises de pigmentos fotossintéticos (carotenoides e as clorofilas) presentes nas fezes. Concluindo, existem outros fatores, além do comportamento alimentar, que poderão estar na origem da segregação sexual.
Sexual segregation is a widespread and common phenomenon among vertebrates and dimorphic animals having implications in their management. No completely agreement on the definition of this phenomenon has been achieved, and there are yet numerous unanswered questions. However, it is known that sexual segregation can be explained by either two components 1) habitat/spatial segregation or 2) social segregation. To try to understand which are the factors behind this phenomenon, it is essential to evaluate both components. Our study aims to evaluate the component of habitat segregation by testing one of the hypotheses that have been postulated to explain it, the forage selection hypotheses (FSH). We collected samples of faeces from red deer by 1) direct observations in the study area Lousã Mountain or 2) by hunted animals. We analysed those faecal samples by applying the microhistological technique. This technique is based on identification of plant fragments present in the faeces and is divided in two phases 1) construction of a reference collection of epidermis and 2) identification of plant fragments present in the faeces. The reference collection of epidermis together with the dichotomous key of identification based on microhistological features, proved to be a useful tool in microhistologic analyses. Although microhistological technique has some advantages, it has also the disadvantage of the time needed to analyse the fragments. To overcome this shortcoming, assess the optimal sampling effort, adequate to the objectives of each study, proved to be essential and time saving. Our analyses of sampling effort showed that with a total of 200 analysed fragments, a good relation between precision and cost is obtained, allowing to achieve 95% of species richness. The major aim of this thesis was to assess the feeding behaviour of red deer, and evaluate if the differences between sexes are enough to support FSH. Red deer diet was analysed in terms of composition, diversity and quality. Our results do not fully support the predictions of FSH, mainly the prediction related with quality of forage. Males and females have different nutritional needs, however our results do not conclude that males consume more quantity and lower quality food items, while females select high quality habitats and higher food quality. The results of this study do not found significant differences between quality of diet of both sexes, assessed by analyses of photosynthetic pigments (carotenoids and chlorophylls) present in the faeces. We are able to conclude that other factors besides foraging ecology could be behind this sexual segregation.
Description: GARCIA, Fernanda Fernandes - Sexual segregation in red deer: a question of food?. Coimbra : [s.n.], 2016. Dissertação de Mestrado.
URI: http://hdl.handle.net/10316/33775
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Sexual segregation in red deer a question of food.pdf31.9 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

368
checked on Aug 13, 2019

Download(s)

32
checked on Aug 13, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.