Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33338
Title: Adaptação e validação do teste de personalidade mini-IPIP e Big Five Inventory (BFI) em adultos portugueses
Authors: Simões, Vanessa de Jesus 
Orientador: Ferreira, Joaquim Armando Gomes Alves
Keywords: Personalidade; Traços; Extroversão; Amabilidade; Conscienciosidade; Neuroticismo; Abertura à Experiência; Mini-IPIP; BFI
Issue Date: 2016
Serial title, monograph or event: Adaptação e validação do teste de personalidade mini-IPIP e Big Five Inventory (BFI) em adultos portugueses
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O presente estudo tem como objetivo adaptar e validar o Teste de Personalidade Mini-IPIP e o Big Five Inventory (BFI) em adultos portugueses. A amostra tem como base a população ativa portuguesa com idade superior a dezoito anos, sendo composta por um grupo heterogéneo de 231 sujeitos, 65,4% do sexo feminino e 34,6% do sexo masculino. A idade dos sujeitos situa-se entre os 18 e os 69 anos. O protocolo de avaliação foi constituído pelo Questionário Sociodemográfico, Mini-IPIP e BFI. O coeficiente de α de Cronbach para as dimensões da escala Mini-IPIP apresentam valores muito pouco aceitáveis: Extroversão, α = 0,52; Amabilidade, α = 0,48; Conscienciosidade, α = 0,56; Neuroticismo, α = 0,49; Abertura à Experiência, α = 0,49. As dimensões da escala do B.F.I. apresentam valores de consistência interna razoáveis: Extroversão α = 0,72; Amabilidade, α = 0,61; Conscienciosidade, α = 0,73; Neuroticismo, α = 0,76; Abertura à Experiência, α = 0,79. Os resultados mostram que existem correlações significativas entre os mesmos constructos das diferentes escalas, evidenciando validade de constructo das dimensões nos dois instrumentos. Na AFE do Mini-IPIP concluíu-se que os itens não se agrupam por componente, contudo, no BFI os itens agrupam-se quase na sua maioria. Ambos os instrumentos apresentam estabilidade temporal, avaliada através do teste-reteste, uma vez que apresentam correlações positivas altas em todas as dimensões. Relativamente ao sexo, não se verificam diferenças significativas entre as cinco dimensões de personalidade do Mini-IPIP. Por sua vez, verificou-se que os participantes com idades compreendidas entre 46 e 55 anos alcançaram maiores níveis de Extroversão e os participantes com mais de 46 anos alcançaram maiores níveis de Amabilidade. No BFI observou-se que as mulheres apresentam maiores níveis de Neuroticismo e Amabilidade e os homens demonstram maiores níveis de Abertura à Experiência. Os participantes com idades compreendidas entre 46 e 55 anos revelaram níveis altos de Conscienciosidade.
This study aims to adapt and validate the Mini IPIP Personality Test and the Big Five Inventory (BFI) in Portuguese adults. The sample is based on the Portuguese active population aged over eighteen years, and is comprised of a heterogeneous group of 231 subjects, 65.4% female and 34.6% male. The age of the subjects lies between 18 and 69 years old. The evaluation protocol was established by the Sociodemographic Questionnaire, Mini IPIP and BFI. The α coefficient of Cronbach for the dimensions of the Mini-IPIP scale present unacceptable values: extroversion, α = 0.52; Kindness, α = 0.48; Conscientiousness, α = 0.56; Neuroticism, α = 0.49; Openness to Experience, α = 0.49. The BFI scale dimensions have reasonable internal consistency values: extroversion α = 0.72; Agreeableness, α = 0.61; Conscientiousness, α = 0.73; Neuroticism, α = 0.76; Openness to Experience, α = 0.79. The results show that there were significant correlations between different scales of the same constructs, indicating construct validity of the dimensions in both instruments. In EFA of Mini-IPIP concluded that the items are not grouped by component, however, the BFI items are grouped almost mostly. Both instruments have temporal stability as measured by test-retest, as show high positive correlations in all dimensions. Regarding to gender, there were no significant differences among the five personality dimensions Mini-IPIP. In turn, it was found that participants aged 46 to 55 years obtained larger levels of extroversion and participants over 46 years reached higher levels of Agreeableness. In BFI it was observed that women have higher levels of Neuroticism and Agreeableness, and men show higher levels of Openness to Experience. The participants aged 46 to 55 years have revealed high levels of Conscientiousness.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia da Educação, Desenvolvimento e Aconselhamento
URI: http://hdl.handle.net/10316/33338
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIP - Vanessa Simões - 2016.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 1

2,752
checked on Apr 8, 2020

Download(s) 10

1,390
checked on Apr 8, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.