Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33116
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAlmeida, Helena Neves-
dc.contributor.authorSousa, Ana Catarina Correia da Rocha e-
dc.date.accessioned2016-11-25T17:55:36Z-
dc.date.available2016-11-25T17:55:36Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/33116-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Serviço Social, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbrapor
dc.description.abstractA presente investigação demonstra a importância do Serviço de Apoio Domiciliário, prestado por instituições particulares de solidariedade social, no concelho de Oliveira de Azeméis, pertencente ao distrito de Aveiro. Com o aumento do envelhecimento populacional, é cada vez mais importante criar ou tornar as infraestruturas existentes e respostas sociais mais adaptadas e eficazes, para que consigam promover o bem-estar, a autonomia e a qualidade de vida nos idosos que usufruem dos serviços. Atualmente têm-se vindo a privilegiar os cuidados em domicílio, ou seja, no seu meio natural de vida, em detrimento da institucionalização do idoso. Sendo assim, procurámos compreender as perceções existentes, tanto nos coordenadores da resposta SAD, como dos próprios utentes, acerca da sua estrutura e do seu atual funcionamento do serviço. Ainda foi possível identificar, junto de cada instituição do concelho, quais são os projetos e respostas inovadoras considerados ou em curso, dentro do serviço SAD. As instituições locais com o serviço SAD em funcionamento encontram-se mais numa fase de manutenção dos serviços e dos cuidados prestados, do que propriamente a executar ou a implementar respostas inovadoras. Apesar de este evidente facto, é possível constatar que todas as instituições têm o discernimento de orientar a sua intervenção, consoante as necessidades diagnosticadas, os recursos existentes e a população a que se destinam. Tendo em consideração os recursos financeiros de cada instituição social, estas têm procurado incrementar a participação ativa nos idosos nas atividades desenvolvidas pelo serviço, bem como o aumento da qualidade do mesmo e das respostas sociais para a população. Em suma, analisámos a intervenção de 12 instituições, com estatuto de IPSS, inseridas no concelho de Oliveira de Azeméis, onde utilizámos o estudo exploratório, para obtermos uma melhor compreensão sobre a temática, através dos intervenientes inseridos no contexto de ação, nomeadamente os coordenadores técnicos e os Utentes de SAD.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectServiço de Apoio Domiciliáriopor
dc.subjectPerceções do SADpor
dc.subjectCuidados em Domicíliopor
dc.subjectIPSSpor
dc.subjectInovaçõespor
dc.titleNa senda de respostas inovadoras: perceções sobre o serviço de apoio domiciliário no concelho de Oliveira de Azeméispor
dc.typemasterThesispor
degois.publication.locationCoimbrapor
degois.publication.titleNa senda de respostas inovadoras: perceções sobre o serviço de apoio domiciliário no concelho de Oliveira de Azeméispor
dc.peerreviewedyespor
item.grantfulltextopen-
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação - Ana Catarina Sousa - 2016.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 10

761
checked on Feb 18, 2020

Download(s) 20

1,073
checked on Feb 18, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.