Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/32413
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCarvalho, Maria Madalena de-
dc.contributor.authorNóbrega, Ana Raquel Freitas-
dc.date.accessioned2016-10-10T16:51:00Z-
dc.date.available2016-10-10T16:51:00Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/32413-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Psicologia (Psicoterapia Sistémica e Familiar), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.por
dc.description.abstractO presente estudo tem como primordial finalidade investigar as percepções e crenças subjacentes à violência entre parceiros íntimos (VPI), numa amostra de estudantes universitários com área de formação académica em Enfermagem. Foi administrado aos 198 participantes um protocolo de investigação constituído por um Questionário Sociodemográfico e de Dados Complementares, pela Escala de Táticas de Conflito Revisadas (The Revised Conflict Tactics Scales – CTS-2) de Murray Straus (1996), o Questionário de Violência Conjugal – Histórias (QRVC-HIS) e o Questionário de Violência Conjugal – Causas, Manutenção e Resolução (QVC-CMR), ambos construídos por Alarcão, Alberto, Correia e Camelo (2007). Os resultados obtidos neste estudo evidenciam um baixo grau de legitimação da violência nas relações íntimas, tanto ao nível da subamostra dos indivíduos do sexo feminino, como do masculino. As agressões mais perpetradas e vitimadas pelos sujeitos da amostra foram as agressões psicológicas e as físicas ligeiras. A análise da variável formação (antes ou durante o curso superior) mostrou não existirem diferenças significativas nas representações sociais da VPI entre os indivíduos que frequentaram e os que nunca frequentaram formações acerca desta problemática. Levantamos a questão da importância de refletir (e eventualmente rever) sobre a formação em VPI a que os alunos de enfermagem têm acesso e, nalguns casos, frequentam. Em futuras investigações seria interessante reunir amostras maiores e mais heterogéneas, com vista a recolherem-se mais dados acerca das crenças e comportamentos associados à VPI em populações jovens, de forma a fomentar uma maior consciencialização e prevenção deste fenómeno.por
dc.description.abstractThe present study main purpose is to investigate the perceptions and beliefs underlying intimate partner violence (IPV), among a sample of nursing students. In order to do so, an investigation protocol was administered to the 198 participants, which included a Sociodemographic Questionnaire, Murray Straus’ (1996) Revised Conflict Tactics Scales (CTS- 2), the Conjugal Violence Questionnaire – Stories (QRVC-HIS) and the Conjugal Violence Questionnaire – Causes, Maintenance and Resolution (QVC-CMR), both developed by Alarcão, Alberto, Correia and Camelo (2007). The results obtained in this study show a low degree of legitimization of violence in intimate relationships, from both male and female subsamples. The most perpetrated and victimized agressions reported by the sample subjects were the psychological and physical agressions. The education variable analyses (before and during their academic degree) showed no significant differences between the social representations of individuals who did and did not attended any kind of education regarding this issue. We raise an issue regarding the importance of a reflection (and eventually review) conserning the education in IPV that nursing students have acess to and, in some cases, do attempt. In future investigations it would be interesting to gather a larger and more heterogene sample of students, in order to find more data concerning the beliefs and behaviors associated to IPV, and also to raise awareness and preventive measures towards this phenomenon.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectViolência entre parceiros íntimospor
dc.subjectEstudantes de enfermagempor
dc.subjectRepresentações sociaispor
dc.subjectVariáveis sociodemográficaspor
dc.titleRepresentações sociais da violência entre parceiros íntimos numa amostra de estudantes de enfermagempor
dc.typemasterThesispor
degois.publication.locationCoimbrapor
degois.publication.titleRepresentações sociais da violência entre parceiros íntimos numa amostra de estudantes de enfermagempor
dc.peerreviewedYespor
dc.identifier.tid201448076-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIP - Ana Raquel Nóbrega.pdf718.33 kBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 10

771
checked on Sep 11, 2019

Download(s)

74
checked on Sep 11, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.