Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/32126
Title: Revivendo Mértola. Análise antropológica de 11 esqueletos exumados da Alcáçova do Castelo
Authors: Correia, Daniela 
Orientador: Umbelino, Cláudia
Keywords: Necrópole da Alcáçova do Castelo de Mértola; Necrópole Medieval; Paleodemografia; Paleomorfologia; Paleopatologia
Issue Date: 2015
Citation: CORREIA, Daniela - Revivendo Mértola Análise antropológica de 11 esqueletos exumados da Alcáçova do Castelo. Coimbra : [s.n.], 2015. Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas.
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A presente dissertação pretendeu caraterizar a nível demográfico, morfológico e patológico uma fração da população exumada da Necrópole Medieval da Alcáçova do Castelo de Mértola. Esta é constituída por 11 sepulturas individuais, seis indivíduos adultos e cinco não-adultos. A partir da análise macroscópica do material osteológico pretendemos conhecer o modus vivendi desta população. Assim, delineámos o perfil biológico e morfológico dos indivíduos e as suas patologias, de modo a caraterizar a população geral. Neste sentido, constatámos que dos seis indivíduos adultos passíveis de diagnose sexual, quatro seriam do sexo masculino, um do sexo feminino e ainda outro de sexo indeterminado. Relativamente à idade à morte dos não-adultos, três dos indivíduos morreram antes dos quatro anos e os restantes dois não-adultos faleceram com idades compreendidas entre os 15 e os 20 anos. Por outro lado, foi possível determinar que todos os indivíduos adultos, salvo o que não foi possível estimar a idade, morreram com mais de 30 anos, um deles entre os 30 e os 61 anos. Assim, para além de se revelar uma população significativamente jovem verificámos estar perante uma população de baixa estatura com médias entre 158 a 175 cm para o sexo masculino e 153 a 165 cm para o feminino. No que às patologias diz respeito, destaca-se a significativa frequência de osteoartrose e alterações de entese, a primeira mais frequente ao nível dos corpos vertebrais e a segunda ao nível do tendão de Aquiles e dos tendões flexores das mãos. Foram ainda identificados casos de alterações do periósteo, possíveis casos de osteocondrite dissecante e de miosite ossificante traumática, um caso de nódulos de Schmorl e um desgaste atípico de um dente de não adulto. Por último, tentámos efetuar comparações com os anteriores trabalhos já desenvolvidos a partir de amostras com a mesma proveniência do atual estudo de modo a obtermos uma visão mais global das caraterísticas da população alvo.
This dissertation intends to characterize a fraction of the unearthed population of the Alcáçova do Castelo de Mértola Medieval Necropolis, on a demographic, morphological and pathological perspective. It comprises of 11 individual graves, six adults and five non-adults. From the macroscopic analysis of the osteologic material we pretend to reconstruct the modus vivendi of this population by tracing the biological and morphological profile of the individuals and their pathologies. In this regard, we can see that from the six individuals whose gender we were able to identify, four were males, one female and the sex of remaining one could not be determinated. Regarding the non-adults, three of the individuals died before the age of four and the remaining two between 15 to 20 years old. On the other hand, it was possible to determine that the adult individuals, except for the one whose age we could not be estimated, died with more than 30 years old, one of them between 30 and 61 years old. In addition to reveal a predominantly young population, we are upon a short stature population, with averages between 158 to 175 cm for males and 153 to 165 for females. Regarding pathologies, can be highlighted the significant frequency of osteoarthritis and enthesial alterations, more common in vertebral bodies and in the Achilles and the flexor tendons in the hand, respectively. Cases of periosteum alteration have been identified, as well as possible cases of osteochondritis dissecans and traumatic myositis ossificans, a case of Schmorl’s nodes and an atypical wear of a non-adult’s tooth. Finally, comparisons with previous works, developed from others samples from the Alcáçova do Castelo necropolis were made, in order to obtain a more general view of the target population’s characteristics.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/32126
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE FINAL.pdf4.48 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

86
checked on Sep 10, 2019

Download(s) 50

151
checked on Sep 10, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.