Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31485
Title: A Mesquita de Mértola e o Segredo dos Ossos: análise antropológica de 16 indivíduos da Baixa Idade Média
Authors: Silva, Ricardo Freire da 
Orientador: Umbelino, Cláudia
Keywords: Mesquita de Mértola; Igreja Matriz; Baixo Medieval; Paleodemografia; Paleopatologia
Issue Date: 2011
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Neste presente trabalho irá ser estudado o espólio proveniente da antiga Mesquita de Mértola, hoje conhecida como Igreja Matriz ou Igreja da Nossa Senhora da Anunciação. Este material osteológico fora descoberto durante uma investigação ao local, ao mihrab da mesquita mais propriamente dito. Esta intervenção teve como principal objectivo pesquisar a origem de humidade numa das paredes perto do mihrab. Durante a escavação ao local, depararam com um espaço com várias sepulturas num local, fechado por entulho e de pequenas dimensões. A disciplina da Antropologia contém métodos e ferramentas importantes no estudo das populações do nosso passado, estudos que poderão ser biológicos ou socioculturais de um determinado local. Neste caso trata-se de um estudo biológico para averiguar a paleodemografia, a paleomorfologia e qualquer tipo de patologias, que a amostra proveniente da Mesquita/Igreja Matriz possa indicar para melhor entender a vida dos habitantes da época Baixo Medieval de Mértola. Após o devido tratamento e cuidado para o estudo do material osteológico originário da Mesquita/ Igreja Matriz, verifica-se que existem 16 indivíduos sepultados. Destes indivíduos onze adultos e cinco não adultos foram analisados na sua íntegra, tendo-se verificado que dos onze adultos, um é do sexo feminino, seis do masculino e para quatro não foi possível diagnosticar o sexo. No que à idade à morte diz respeito, os adultos têm todos mais do que 30 anos (5/11) e nos não adultos a faixa etária predominante é entre os 7 e os 12 anos (3/5). A patologia que mais afecta esta população será a osteoartrose, 43,8% [7 em 16 indivíduos]. As alterações da entese, um indicador de stresse múculo-esquelético existem em igual proporção [7 em 16 indivíduos]. Outros casos dignos de menção são a cribra orbitalia e a cribra femoralis, em dois indivíduos diferentes. Algumas lesões traumáticas, fracturas. Um possível granuloma, entre outras. Este tipo de informação, permite-nos ter uma ideia como a população de Mértola na época Baixo Medieval vivia.
What will be discussed in this dissertation will be osteological remains from the former Mosque of Mértola, now known as Matriz Church or Church of Nossa Senhora da Anunciação. The osteological material was discovered during an investigation at the Mosque, the mihrab of the mosque itself to be more exact. This intervention had as a main objective to research the source of moisture in the walls near the mihrab. During the excavation site, investigators came across a small space with several graves, closed by debris. Anthropology contains important methods and tools in the study of populations of the past, research that may be biological or socio-cultural of a particular location. In this case it is a biological study to ascertain the paleodemography the paleomorphology and any conditions that the sample from the Mosque / Church of Mértola can point to better understand the lives of the inhabitants of the Late Middle Age Mértola. After proper treatment and care of the osteological material originating from the Mosque / Church of Mértola, it appears that there are 16 people buried in the confined space. Of these 16 subjects, eleven are adults and five are sub adults were analyzed, it was deducted that of the eleven adults, one is female, six are male and four was not possible to determine the sex. As for age estimation, the adults are all more than 30 years old (5 / 11) and for the sub adults the predominant age group is between 7 and 12 years old (3 / 5). The paleopathology that mostly affects this population is osteoarthritis, 43,8% [7 ou of 16 individuals]. Indicators of muscular-skeletal stress are presented in equal proportion [7 out of 16 individuals]. Other cases worth mentioning are Cribra orbitalia and cribra femoralis in two different individuals. Some traumatic injuries like fractures, possible granuloma and among others.This type of information allows us to have an ideia how the population of Mértola of the Late Middle Age lived at the time.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologias Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/31485
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (MEBH) - FCTUC - RICARDO FREIRE DA SILVA - 2011.pdf2.09 MBAdobe PDFView/Open
estampas.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

139
checked on Sep 17, 2019

Download(s) 5

1,985
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.