Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30815
Title: Regressando a São João de Almedina (Coimbra, Portugal): estudo da patologia oral de uma população medieval urbana
Authors: Carvalho, Liliana Matias de 
Orientador: Wasterlain, Sofia
Keywords: Patologia dentária; Dieta; Higiene oral; Época medieval; Coimbra
Issue Date: 2013
Citation: CARVALHO, Liliana Matias de - Regressando a São João de Almedina (Coimbra, Portugal): estudo da patologia oral de uma população medieval urbana. Coimbra : [s.n.], 2013. Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Foram avaliadas as patologias dentárias numa amostra de uma população medieval (séculos XII a XVI) urbana proveniente da Necrópole de São João de Almedina (Coimbra, Portugal). O desgaste dentário foi também estudado pela sua possível interacção com outras patologias orais. A amostra é composta por 28 indivíduos masculinos, 20 femininos e 10 de sexo indeterminado, divididos por três classes etárias – adultos jovens, adultos e adultos idosos - num total de 58. Foram examinados 1112 alvéolos e 545 dentes totalmente erupcionados. A percentagem de perda post mortem foi de 25,9%. Os indivíduos caracterizaram-se por um desgaste oclusal moderado e por um atrito aproximal ligeiro. O desgaste oclusal revelou ser mais acentuado no sexo masculino, tendo-se registado uma evolução com a idade. Foi verificado o gradiente de desgaste oclusal nos molares. Identificaram-se dois casos de desgaste por abrasão. O cálculo-supra gengival foi identificado em 81,2% dos dentes observados, um valor muito elevado. Não há uma diferença de afectação entre os sexos e os adultos são os mais afectados por esta condição. O cálculo sub-gengival afectou 45,9% dos dentes, sobretudo os posteriores, aumentando com a idade. Os homens eram mais afectados do que as mulheres. As hipoplasias de esmalte dentário foram observadas em 58,6% dos indivíduos e 33% dos dentes. O tipo mais comum foi o sulco e a região mais afectada a cervical. Os caninos e pré-molares foram os dentes mais afectados. O maxilar superior foi mais atingido que o inferior. Os defeitos ocorreram mais mas mulheres e nos adultos jovens. As cáries afectaram 91,3% dos indivíduos e 93,2% dos dentes, percentagens elevadíssimas. Os homens sofriam mais desta condição que as mulheres. Esta é uma patologia que evolui com a idade. O maxilar superior foi o mais atingido. A cárie mais frequente foi a da superfície oclusal (71,2%) embora, de uma forma geral, todas exibam graus pouco severos e maioritariamente não cavitados. A doença periodontal afectava todos os indivíduos estudados. A condição mais comum foi a periodontite, especialmente aquela que reflecte um estado activo. A inflamação periapical foi observada em 31,4% dos indivíduos e 2,8% dos alvéolos, tendo assim uma expressão moderada. Só foram registados granulomas ou IV quistos e lesões em remodelação. A cárie parece ser o principal factor inicial. Eram maioritariamente mais comuns nos homens, no maxilar e não possuíam abertura. Cerca de 63,7% dos indivíduos estudados e 20,7% alvéolos foram afectados por perda dentária ante mortem. Esta condição afectava mais os homens, o maxilar superior, os dentes molares e evoluía com a idade. As patologias orais eram assim comuns e relacionavam-se sobretudo com a alimentação, que favorecia a acção das bactérias, e com a falta de higiene falhando na eliminação da placa bacteriana.
Dental pathology was evaluated in a sample of an urban medieval population (12th - 16th centuries) from the necropolis of São João de Almedina (Coimbra, Portugal). Tooth wear was also studied due to its possible interaction with oral diseases. The sample consists of 28 males, 20 females and 10 individuals of unknown sex, divided into three age-classes - young adults, adults and older adults - in a total of 58. Overall, 1112 alveoli and 545 fully erupted teeth were examined. The percentage of postmortem tooth loss was 25.9%. Individuals were characterized by moderate occlusal wear and slight aproximal attrition. Occlusal wear was found to be more pronounced in males and it was age related. There was a marked wear gradient along the tooth row, more specifically the molars. Two cases of abrasion were identified. Supra-gingival calculus was identified in 81.2% of the observed teeth, a very high value. There were no sexual differences, being Adults the most affected individuals by this condition. Sub-gingival calculus affected 45.9% teeth, mostly posterior, increasing with age. Men were more affected than women. Enamel hypoplasia was observed in 58.6% individuals and 33% teeth. Grooves were the most common type, involving mostly the cervical crown. Canines and premolars V were the most affected teeth. Defects occurred more often on upper teeth, women and young adults. Dental caries affected 91.3% individuals and 93.2% teeth, very high percentages. Men suffered more from this condition than women. Caries was an age progressive disease. Upper dentition was the most prone to carious lesions. Although oclusal surface was the most affected (71.2%) all other surfaces were affected mostly by non-severe precavitated lesions. Periodontal disease affected all individuals studied. The most common condition was periodontitis, especially the one reflecting an active state. The periapical inflammation was observed in 31.4% individuals and 2.8% alveoli, having therefore a mild expression. Granulomas and/or cysts and remodeling lesions were the only recorded lesions. Caries appeared to be the main etiological factor. Periapical inflammation was more common in men and the kind with no jaw´s openings was more usual. Approximately 63.7% individuals and 20.7% alveoli were affected by ante mortem tooth loss. This condition affected mostly men, the upper jaw, molars and it was agerelated. Oral pathologies were very common, being probably related to diet, which favored the bacterial action, and the lack of oral hygiene, which fail in removing dental plaque.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30815
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Folhas de registo+cálculo.pdf154.02 kBAdobe PDFView/Open
Tese - Versão Final.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

177
checked on Dec 11, 2019

Download(s) 5

4,634
checked on Dec 11, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.