Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/29097
Title: Validade convergente, fiabilidade e validade nomológica de medidas de um só-item: interdependência de tarefa, team learning e satisfação
Authors: Melo, Cátia Raposo 
Orientador: Lourenço, Paulo Renato Martins Ribeiro da Silva
Keywords: Validade
Issue Date: 20-Feb-2015
Serial title, monograph or event: Validade convergente, fiabilidade e validade nomológica de medidas de um só-item: interdependência de tarefa, team learning e satisfação
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O instrumento de medida que é objeto de análise na presente investigação visa avaliar um conjunto de processos/estados emergentes de grupo numa perspetiva temporal recorrendo, sobretudo, a medidas de um só-item. A robustez psicométrica é a principal debilidade apontada a estas medidas (Nunnally, 1978), facto que tem limitado a sua utilização. Contudo, é crescente o número de estudos que vêm reconhecendo a sua validade e defendendo a sua utilização. O presente estudo visa dar continuidade à avaliação das propriedades psicométricas deste instrumento de medida ao nível da validade convergente, da fiabilidade e da validade nomológica de alguns constructos incluídos no mesmo – interdependência de tarefa, team learning e satisfação. Recorrendo a uma amostra de 212 estudantes do ensino superior português e com base no método proposto por Wanous e Reichers (1996) os resultados relativos à fiabilidade sugerem, em geral, que o instrumento de medida revela bons índices para a satisfação e índices um pouco abaixo do valor sugerido pelos referidos autores para a interdependência de tarefa e para o team learning. Os resultados da validade convergente revelaram correlações com magnitudes bastante elevadas para os constructos do team learning e da satisfação, e uma correlação com magnitude moderada para o constructo de interdependência de tarefa. O estudo da validade nomológica apresentou resultados bastante satisfatórios e concordantes com a literatura.
The measuring instrument that is subject of analysis in this research, aims to assess a set of team processes and emergent states in a temporal perspective using mainly the measures of a single-item. The psychometric robustness is the main weakness pointed to these measures (Nunnally, 1978), a fact that has limited their use. However, an increasing number of studies have recognized its validity and advocating their use. This study intends to continue the evaluation of the psychometric properties of this measuring instrument in terms of convergent validity, reliability and nomological validity of some constructs included in it - task interdependence, team learning and satisfaction. Using a sample of 212 Portuguese higher education students and based on the method proposed by Wanous and Reichers (1996), the results on the reliability suggest, in general, that the measuring instrument reveals good indices for satisfaction and indices slightly below the value suggested by the authors for task interdependence and for team learning. The results of the convergent validity showed correlations with very high magnitudes for the constructs of team learning and satisfaction, and a correlation with moderate magnitude to the task interdependence construct. The study of nomological validity showed satisfactory results, consistent with the literature.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia das Organizações, do Trabalho e dos Recursos Humanos, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/29097
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIP Cátia Melo 2015.pdf2.03 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

569
checked on Oct 21, 2020

Download(s)

153
checked on Oct 21, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.