Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/28845
Title: A Arquitetura de Paz na América do Sul: A projeção regional e internacional do Brasil na consolidação da paz
Authors: Ludwig, Fernando Jose 
Orientador: Freire, Maria Raquel
Keywords: Arquitetura de Paz; Gramsci; Regionalismo; Bloco Histórico Transnacional; Brasil; Architecture of peace; Transnational Historical Bloc; Brazil
Issue Date: 11-Sep-2015
Citation: LUDWIG, Fernando Jose - A arquitetura de paz na América do Sul : a projeção regional e internacional do Brasil na consolidação da paz. Coimbra : [s.n.], 2015. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/28845
Abstract: A atual conjuntura da América do Sul presenta-se enquanto um desafio no que se refere a construção da paz regional. A paz, portanto, na região é entendida, pelos académicos, enquanto anómala, referente ao número relativamente baixo de conflitos interestatais na região. Sob esta égide, embora os países Sul-americanos não entrem em conflitos diretos, verifica-se um alto índice de problemas estruturais, que resultam na consolidação de uma paz negativa (Galtung, 1969). Neste sentido, a presente tese de doutoramento visa compreender a singularidade da construção da paz na América do Sul, tendo em consideração o papel da projeção regional e internacional do Brasil nesta configuração. Assim, para entender esta projeção brasileira em prol de uma política a favor da manutenção da paz (negativa), utiliza-se a construção metodológica de Gramsci (1971) acerca da conceptualização do Bloco Histórico e Hegemonia, bem como suas possíveis (re)interpretações e transposições para o cenário internacional, mais especificamente em casos de regionalismo (MERCOSUL e UNASUL). Em última análise, busca-se uma releitura, a partir de uma perspetiva neogramsciana, da conceção de paz que, devido aos caminhos epistemológicos da presente tese, passa por reinterpretar também os conceitos arraigados ao regionalismo.
The present configuration of South America’s conjecture presents itself a challenge regarding the conceptualization and construction of a regional peace. Therefore, South America’s peace is considered, among scholar, as being an anomaly, due its low level of regional interstate conflicts. In spite of this, albeit the fact that South American’s countries do not engage in direct conflicts, its high level of structural problems leads to a consolidation of a negative peace (Galtung, 1969). In this regard, the present doctoral thesis aims to comprehend the singularity of such construction of peace in South America, bearing in mind the role of Brazil’s projection in both levels, regionally and internationally. Thus, in order to understand the role of Brazilian foreign policy in favour of the maintenance and/or consolidation of such (negative) peace in South America, this thesis appropriates Gramsci’s (1971) thought and methodology about his conceptualization of historical bloc and hegemony. As well as its possibility to (re)interpretations and transposition to the international scenario, more specifically towards the South American regionalism (MERCOSUR and UNASUR). In sum, the main goal is to reevaluate, from a neogramscian perspective, the concept of peace that, due the epistemological path taken by this doctoral thesis, also reevaluates concepts rooted on regionalism.
Description: Tese de doutoramento em Relações Internacionais, na especialidade de Política Internacional e Resolução de Conflitos, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/28845
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
I&D CES - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
A Arquitetura de Paz na América do Sul.pdf3.45 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

570
checked on Sep 16, 2019

Download(s) 50

183
checked on Sep 16, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.