Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/28215
Title: Burnout e inteligência emocional em estudantes universitários: que relação?
Authors: Soares, Natasha 
Orientador: Lima, Luísa Isabel Gomes Freire Nobre
Keywords: Burnout; Inteligência emocional
Issue Date: 2014
Serial title, monograph or event: Burnout e inteligência emocional em estudantes universitários: que relação?
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A síndrome do Burnout é identificada como um processo sequencial tridimensional, de inadaptação ao meio, sendo que pode ser desenvolvido em ambientes onde o trabalho não é desafiante ou recompensador, assim como pela ausência de feedback positivo e reconhecimento Maslach (1982). O ambiente universitário é composto por conjunto diversificado de desafios pessoais e interpessoais (Nogueira-Martins, 2002; Balogun, Helgemore, Pellegrino e Hoerberlein, 1995). O presente trabalho abarcou 301 estudantes universitários, de ambos os sexos, 56.1% rapazes, com idades entre os 18 e os 39 anos (M=21.85; DP=2.55), tendo como objetivo principal estudar a relação entre o Burnout e a inteligência emocional. Neste sentido foram utilizados o Inventário de Burnout para estudantes portugueses (Maroco & Tecedeiro, 2009; versão original: Schaufeli et al., 2002) e o o Questionário de Competência Emocional (Faria & Lima, 2002; versão original: Taksic; 2000). Os resultados evidenciaram a ausência de Burnout, níveis moderados de inteligência emocional e a forte influência da eficácia profissional na inteligência emocional, sendo mais intensa nas raparigas, no Mestrado Integrado e no quinto ano. Assim, conclui-se que os construtos Burnout e a Inteligência Emocional se relacionam, em sentidos opostos.
Burnout syndrome is identified as a three-dimensional sequential process, from inadequacy of the means, and can be developed in an environment where the work is not challenging or rewarding, as well as the absence of positive feedback and recognition Maslach (1982). The university environment is composed of diverse set of personal and interpersonal challenges (Nogueira-Martins, 2002; Balogun, Helgemore, Hoerberlein and Pellegrino, 1995). This study has 301 college students, of both sexes, 56.1% were boys, aged between 18 and 39 years (M = 21.85, SD = 2.55), where the main objective is to study the relationship between Burnout and emotional intelligence. In this sense we used the Maslach Burnout Inventory - Student Survey (MBI-SS) (Schaufeli et al, 2002; Portuguese version: Maroco & Tecedeiro, 2009) and the the Emotional Competence Questionnaire (Taksic, 2000, Portuguese version: Faria & Lima, 2002). The results showed the absence of Burnout, moderate levels of emotional intelligence and the strong influence of professional efficacy, and emotional intelligence in all its dimensions, being more intense in girls, the Master and the fifth year. Thus, it is concluded that the Burnout and Emotional Intelligence relate in opposite directions.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia da Educação, Desenvolvimento e Aconselhamento, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/28215
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE - Natasha Soares.pdf802.13 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

559
checked on Jan 14, 2020

Download(s) 50

178
checked on Jan 14, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.