Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27230
Title: Baixa crúzia : contribuição para a reabilitação de uma área na Baixa de Coimbra
Authors: Campos, Mariana Isabel Ferreira Pascoal de A. 
Orientador: Lobo, Rui
Keywords: Reabilitação de edifícios; Baixa de Coimbra; Património arquitectónico; Coimbra
Issue Date: Jul-2014
Citation: Campos, Mariana Isabel Ferreira Pascoal de A. - Baixa crúzia : contribuição para a reabilitação de uma área na Baixa de Coimbra [Em linha]. Coimbra: [s.n.], 2014. [Consult. Dia Mês Ano]. Dissertação de mestrado. Disponível em: http://hdl.handle.net/10316/27230
Abstract: O centro histórico de Coimbra, como muitos outros, sofre as consequências do grave problema da desocupação. A gravidade deste problema nota-se ao olhar para o estado de degradação e ruína dos edifícios, mas também, e principalmente, ao percorrer o espaço no período noturno, altura em que o comércio fecha deixando a área totalmente sem vida e consequentemente pouco convidativa e perigosa. A quem cabe a função de animar este espaço? Ao comércio? O prolongar o seu horário de funcionamento ou o manter as luzes das montras acesas durante a noite acarretam custos e alteração de dinâmicas que são dificilmente compensados. Aos turistas? Estes têm um caráter transitório. Então cabe a quem? Tem de caber á população residente na área. Mas, se o espaço está desabitado, quem o vai dinamizar? A reabilitação tem de passar pela criação de condições para que se recupere e desenvolva a função habitacional. Como proliferar a função habitacional em edifícios que não respondem às exigências mínimas de habitabilidade dos dias de hoje? Já lá vai o tempo em que se demolia para construir de novo. Hoje, mais do que nunca, o valor patrimonial do legado arquitetónico é valorizado (e bem!) pois é parte essencial da identidade da cidade e da nossa identidade. Num espaço como o centro histórico a reabilitação da casa corrente deve promover as melhorias das condições de habitabilidade e ao mesmo tempo o seu valor enquanto parte constituinte de um conjunto com identidade própria. A questão fundamental a que esta tese se propõe tentar responder é: ‘Como reabilitar?’
The historical center of Coimbra, like many others, suffers from serious problems of emptiness. The severity of this problem is noticed when looking at the state of degradation and ruin of buildings, but also, and especially, at night, when the shops close leaving the area lifeless and consequently uninviting and dangerous. Who has the function of animating this space? The shops? To extend their opening hours or to keep the shop lights lit at night entail costs and changing dynamics that are rarely compensated. The tourists? These have a temporary character. So it’s up to who? It must fit to the resident population in the area. However, if space is uninhabited, who will animate it? Rehabilitation has to go through the creation of conditions to recover and develop the housing function. How can we proliferate housing function in buildings that do not have the minimum habitability requirements of today? Gone are the days of demolishion to build again. Today, more than ever, the asset value of the architectural heritage is considered (and well!) because it is an essential part of the city’s identity. In an area as the historical center the rehabilitation of the ‘current house’ must promote improvements on living conditions and at the same time its value as a constituent part of a set with its own identity. The key question this thesis will try to answer is: ‘How to rehabilitate?’
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitectura, apresentada ao Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, sob a orientação do Prof. Doutor Rui Lobo.
URI: http://hdl.handle.net/10316/27230
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Arquitectura - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Baixa Crúzia - Mariana Campos.pdf46.92 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

163
checked on Sep 17, 2019

Download(s) 5

4,316
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.