Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/21279
Title: Valores de resistina, adiponectina e leptina em doentes com asma e excesso de peso
Other Titles: Values of resistin, adiponectin and leptin in overweight patients with asthma
Authors: Loureiro, C 
Mota-Pinto, A 
Muc, M ItemCrisRefDisplayStrategy.rp.deleted.icon
Vale Pereira, S 
Ângelo, F 
Todo-Bom, A 
Keywords: Resistina; Leptina; Adiponectina; Asma; Excesso de peso
Issue Date: 2012
Serial title, monograph or event: Revista Portuguesa de Imunoalergologia
Volume: 20
Issue: 2
Abstract: Nos últimos anos, tem -se assistido a um aumento da prevalência de asma e obesidade. A asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas. A obesidade corresponde a um desequilíbrio entre a energia ingerida e a despendida, que resulta em excesso de gordura corporal e em doença. O excesso de peso e a obesidade aumentam o risco de desenvolvimento de asma. Apesar do conhecimento desta associação entre asma e obesidade, os mecanismos subjacentes não estão, ainda, totalmente esclarecidos. O objectivo deste estudo foi avaliar os valores das adipocinas produzidas pelo tecido adiposo – resistina, adiponectina e leptina – em doentes com excesso de peso e com peso normal, com e sem asma. Foram incluídos 28 indivíduos asmáticos com excesso de peso, 26 não asmáticos com excesso de peso e 26 asmáticos com peso normal. Foi calculado o índice de massa corporal, medido o perímetro abdominal, realizados testes cutâneos de alergia por picada e determinada a concentração sérica da resistina, adiponectina e leptina. A comparação dos três grupos revelou que os níveis de leptina são significativamente diferentes, sendo mais elevados nos asmáticos com excesso de peso. A presença de alergia associou -se a valores mais elevados de leptina, mas sem significado estatís-tico. As concentrações de adiponectina foram mais próximas nos três grupos estudados. A resistina apresentou valores mais elevados nas mulheres com maior diâmetro abdominal. O conjunto de resultados aponta para uma modificação a nível sistémico de adipocinas em asmáticos com excesso de peso, particularmente no sexo feminino, com potencial repercussão na condição respiratória.
URI: http://hdl.handle.net/10316/21279
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Artigos em Revistas Nacionais

Show full item record

Page view(s) 20

570
checked on Jul 29, 2020

Download(s)

117
checked on Jul 29, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.