Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/18904
Title: Universidade dos movimentos sociais : apostas em saberes, práticas e sujeitos descoloniais
Authors: Benzaquen, Júlia Figueredo 
Orientador: Santos, Boaventura de Sousa
Meneses, Maria Paula
Keywords: Universidades dos movimentos sociais; Universidades; Movimentos sociais; Apostas; Descolonização
Issue Date: Mar-2012
Citation: Benzaquen, Júlia Figueredo-Universidade dos movimentos sociais : apostas em saberes, práticas e sujeitos descoloniais [em linha]. Coimbra, 2012. [Consult. Dia Mês Ano]. Tese de doutoramento. Disponível na WWW:<http://hdl.handle.net/10316/18904>
Abstract: A questão principal desta pesquisa é saber se as Universidades dos Movimentos Sociais são experiências descolonizadas e de emergência emancipatória. Para responder a essa pergunta, o texto está embasado nas teorias que trabalham com as perspectivas descoloniais e com a ideia de Boventura de Sousa Santos de Sociologia das Ausências e das Emergências. Essas teorias são utilizadas como forma de apostar em uma concepção de educação que herda os princípios da educação popular de Paulo Freire, acrescentando as ideias de interculturalidade e de tradução intercultural. A tese é uma aposta nas Universidades dos Movimentos Sociais como fomentadoras dessa outra educação. A escolha foi por realizar quatro estudos de casos de Universidades dos Movimentos Sociais bastante distintos, no intuito de verificar as hipóteses de pesquisa. Os instrumentos metodológicos utilizados foram: observação participante, entrevistas semiestruturadas e análises documentais. Os quatro estudos de caso referem-se à Escola de Formação de Educadores(as) Sociais no Recife – Brasil, à Escola Nacional Florestan Fernandes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no Brasil, à Universidad de la Tierra, ligada ao Movimento Zapatista do estado de Chiapas no México e à Universidade Popular dos Movimentos Sociais. Para cada caso discorri a respeito do contexto, da história e da estrutura e funcionamento da iniciativa em questão. Após essa contextualização, os casos foram destrinchados a partir de três unidades de análise: saberes, práticas e sujeitos. No final da tese um capítulo é dedicado para a reflexão integrada dos casos. Nessa reflexão, é feita uma comparação entre as experiências estudadas com o intuito de encontrar semelhanças e diferenças e de melhor refletir a respeito do conceito de Universidade dos Movimentos Sociais. A tese concluiu que as Universidades dos Movimentos Sociais são experiências bastante plurais e experimentais, ou seja, são iniciativas que trilham o seu percurso ao longo do seu caminhar.
Description: Tese de doutoramento em Sociologia (Pós-colonialismos e Cidadania Global) apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de Boaventura de Sousa Santos e Maria Paula Meneses.
URI: http://hdl.handle.net/10316/18904
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
I&D CES - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Júlia Benzaquen.pdf12.45 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

500
checked on Jun 3, 2020

Download(s) 20

785
checked on Jun 3, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.