Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/13307
Title: Razões na Escolha da Modalidade Desportiva: Estudo de caso dos jovens da Escola Secundária Avelar Brotero - Coimbra
Authors: Monteiro, Leonildo Franklin de Oliveira 
Orientador: Marivoet, Salomé
Keywords: Prática desportiva; Hábitos desportivos; Modalidades desportivas
Issue Date: 2006
Keywords: Prática desportiva; Hábitos desportivos; Modalidades desportivas
Issue Date: 2006
Abstract: O presente estudo pretende investigar, se será indiferente para os jovens a escolha da modalidade desportiva a praticar. O nosso objecto de estudo, que pretende saber em que medida a escolha de um desporto pelos jovens é determinada pela tradição familiar numa dada modalidade, pela influência dos amigos e pelos envolvimentos procurados, bem como a formulação das várias hipóteses de investigação, teve por base o contributo de vários autores e diversas leituras de estudos de igual temática. Foi elaborada a metodologia que nos serviu de base à realização do nosso instrumento de medida, o inquérito sociográfico, tendo sido seleccionada uma amostra representativa do universo de análise para a aplicação dos inquéritos, os alunos da Escola Secundária Avelar Brotero, num total de 1031. Assim, definimos uma amostra estratificada de 200 alunos, distribuídos pelo 10º (42 rapazes e 32 raparigas), 11º ano (38 rapazes e 20 raparigas) e 12º ano (39 rapazes e 28 raparigas). No nosso estudo de caso, constatámos, que a escolha de um desporto é determinado pela tradição familiar numa dada modalidade, e que os jovens consideram que os pais dão importância à modalidade que praticam, em especial os rapazes inseridos no grupo social de capital mais elevado. Contudo, a maioria afirma ter recebido mais influência dos amigos no início da sua prática desportiva, do que este ter sido pela vontade dos pais. Relativamente à influência na escolha da modalidade, constatámos que os amigos influenciam essa escolha, em particular os rapazes pertencentes ao grupo social de capital menos elevado, pelo que a maioria tem alguns amigos a praticar desporto. Quanto ao envolvimento procurado, concluímos que no geral a maioria dos jovens praticam as suas modalidades devido à performance desportiva. Contudo, são os rapazes que valorizam mais a performance desportiva, enquanto que as raparigas a influência na imagem corporal, sendo que em ambos os casos estão inseridos no grupo social de capital intermédio. Os dados da nossa amostra revelaram que mais de metade dos jovens praticam desporto, sendo que os rapazes revelaram maiores índices de participação. Na sua maioria o início da prática desportiva ocorreu entre os 4 e os 12 anos, sobretudo os rapazes e os pertencentes ao grupo social com maior nível de capital, tendo-se, no entanto, verificado interrupções sobretudo nas raparigas.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física
URI: http://hdl.handle.net/10316/13307
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Monografia de Leonildo Monteiro.pdf1.48 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

265
checked on Aug 13, 2019

Download(s)

125
checked on Aug 13, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.