Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/11992
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMachado, Jónatas-
dc.contributor.authorPatrão, Afonso-
dc.date.accessioned2009-11-12T08:33:05Z-
dc.date.available2009-11-12T08:33:05Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.citationBoletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, n.º 82 (2006), pp. 639-693;en_US
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/11992-
dc.description.abstractO presente estudo, realizado no âmbito do curso de mestrado, trata da necessidade de as organizações internacionais preverem um tribunal interno enquanto corolário da sua imunidade judicativa. Em especial, numa segunda parte, analisam-se as competências e o funcionamento do Tribunal Administrativo das Nações Unidasen_US
dc.language.isoporen_US
dc.publisherFaculdade de Direito da Universidade de Coimbraen_US
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectDireito Internacionalen_US
dc.subjectOrganização das Nações Unidasen_US
dc.subjectJurisdição Internacionalen_US
dc.subjectImunidade de Jurisdiçãoen_US
dc.subjectTribunais Organizações Internacionaisen_US
dc.titleO Tribunal Administrativo das Nações Unidasen_US
dc.typearticleen_US
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
Appears in Collections:FDUC- Artigos em Revistas Nacionais
Files in This Item:
File Description SizeFormat
5. Boletim.pdf11.1 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

196
checked on Sep 16, 2019

Download(s) 50

329
checked on Sep 16, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.