Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/102718
Title: Dexmedetomidine: Current Role in Anesthesia and Intensive Care
Other Titles: Dexmedetomidina: Papel Atual em Anestesia e Cuidados Intensivos
Authors: Afonso, Joana 
Reis, Flávio 
Keywords: Dexmedetomidine; Anesthesia, Analgesia; Intensive Care
Issue Date: 2012
Serial title, monograph or event: Revista Brasileira de Anestesiologia
Volume: 62
Issue: 1
Abstract: Background and objectives: To update and review the application of dexmedetomidine in anesthesia and intensive care. This study is a comprehensive review of clinical uses, pharmacology, pharmacokinetics, mechanism of action and adverse effects of dexmedetomidine. Content: The effective use of sedative-hypnotic agents and analgesics is an integral part of comfort and safety of patients. Dexmedetomidine is a potent and highly selective α-2 adrenoceptor agonist with sympatholytic, sedative, amnestic, and analgesic properties, which has been described as a useful and safe adjunct in many clinical applications. It provides a unique “conscious sedation”, analgesia, without respiratory depression. The current reviewed uses include sedation at Intensive Care Unit – ICU (both adult and pediatric), emergency department, regional and general anesthesia, neurosurgery, sedation for pediatric procedures, awake fiber-optic intubation, cardiac surgery and bariatric surgery. Conclusions: Dexmedetomidine offers a unique ability of providing both sedation and analgesia without respiratory depression. It is a new agent with a wide safety margin, excellent sedative capacity and moderate analgesic properties. Although its wide use is currently in patients of surgical and non-surgical intensive care units, dexmedetomidine seems to have promising future applications in neuroprotection, cardioprotection and renoprotection. More detailed studies are required to define its role as sedative in critical, neurosurgical and pediatric patients, as anesthesia adjunct and sedative during procedures.
Justificativa e objetivos: Atualizar e rever a aplicação da dexmedetomidina em anestesia e cuidados intensivos. Este trabalho é uma revisão abrangente dos usos clínicos, farmacologia, farmacocinética, mecanismo de ação e efeitos adversos da dexmedetomidina. Conteúdo: O uso efetivo de agentes sedativo-hipnóticos e analgésicos é parte integral do conforto e segurança dos pacientes. A dexmedetomidina é um potente e altamente seletivo agonista dos adrenoceptores α-2 com propriedades simpaticolíticas, sedativas, amnésicas e analgésicas, que tem sido descrito como um adjuvante útil e seguro em várias aplicações clínicas. Proporciona uma “sedação consciente” única, analgésica, sem depressão respiratória. Os usos correntes revistos incluem sedação na unidade de tratamento intensivo – UTI (adulta e pediátrica), departamento de emergência, anestesia regional e geral, neurocirurgia, sedação para procedimentos pediátricos, intubação por fibra ótica em doentes acordados, cirurgia cardíaca e cirurgia bariátrica. Conclusões: A dexmedetomidina oferece a capacidade única de fornecer sedação e analgesia sem depressão respiratória. É um agente novo com uma grande margem de segurança, excelente capacidade sedativa e moderadas propriedades analgésicas. Embora o seu amplo uso seja, atualmente, em pacientes de unidades de cuidados intensivos cirúrgicos e não cirúrgicos, a dexmedetomidina parece ter futuras aplicações promissoras nas áreas de neuroproteção, cardioproteção e renoproteção. São necessários mais estudos detalhados para definir o seu papel como sedativo em doentes críticos, neurocirúrgicos e pediátricos, como adjuvante da anestesia e como sedativo durante procedimentos.
URI: http://hdl.handle.net/10316/102718
ISSN: 00347094
DOI: 10.1016/S0034-7094(12)70110-1
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D IBILI - Artigos em Revistas Internacionais
FMUC Medicina - Artigos em Revistas Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat
1-s2.0-S0034709412701101-main.pdf145.15 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

SCOPUSTM   
Citations

205
checked on Nov 17, 2022

Page view(s)

17
checked on Nov 21, 2022

Download(s)

7
checked on Nov 21, 2022

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons