Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/100048
Title: Contribuição para o planeamento e gestão de um trecho da zona costeira portuguesa
Authors: Gomes, Tiago Filipe Marto
Orientador: Antunes do Carmo, José
Issue Date: Jan-2013
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A erosão costeira é um problema que afeta muitas zonas litorais do Globo. Em Portugal, o trecho costeiro entre Mira e São Pedro de Moel, situado a noroeste da costa Atlântica, é uma extensão costeira crítica em alguns locais. O presente trabalho é uma tentativa de desenvolver um índice de vulnerabilidade costeira (IVC) para aquele trecho, ameaçado pelo mar, definindo um mapa de vulnerabilidades da linha de costa. Este mapa baseia-se em aspetos relacionados com a geomorfologia, a cota topográfica, a geologia, a erosão litoral, a exposição litoral, a agitação marítima, a altura de maré e o aumento do nível médio do mar. A análise isolada dos diversos parâmetros, considerados como os mais condicionantes na avaliação da vulnerabilidade, permite uma classificação objetiva em diferentes classes. A maioria dos parâmetros utilizados é de natureza dinâmica e requerem uma grande quantidade de dados a partir de diferentes fontes. Para cada parâmetro, as zonas de vulnerabilidade a riscos naturais costeiros podem ter a seguinte classificação: muito alta, alta, média, baixa e muito baixa. Com base nas classificações dos oito parâmetros utilizados é apresentado um mapa global de vulnerabilidades da linha de costa. Espera-se que esta representação de vulnerabilidades constitua uma ferramenta útil para a gestão e planeamento das zonas costeiras, em particular no trecho entre Mira e São Pedro de Moel, apoiando as decisões políticas de hierarquização de prioridades de intervenção.
Coastal erosion is a problem that affects many coastal areas of the World. In Portugal, the area between Mira and São Pedro de Moel, northwest of the Atlantic coast, is critical in some of its extension as it is constantly threatened by the sea. In this study, an attempt to develop a coastal vulnerability index (IVC) for the coastal stretch aforementioned is made by defining a coastal vulnerability map. This is achieved through the independent analysis of the most conditioning aspects related to the geomorphology, the topographical elevation, the geology, the coastal erosion, the coastal exposure, the sea waves, the tides and the mean sea level rise, which allows an objective classification into different classes. The majority of the parameters used is dynamic and requires the input of large amount of data coming from different sources. The coastal areas vulnerable to natural hazards can be classified as: very high, high, medium, low and very low. Based on the parameters classification, a global map of vulnerabilities is presented. This representation of vulnerabilities is intended to be an auxiliary tool in the management and planning of coastal areas, supporting intervention policies and priorities.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil, especialidade de Hidrologia e Recursos Hídricos, apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/100048
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Eng.Civil - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s)

25
checked on Sep 29, 2022

Download(s)

4
checked on Sep 29, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.